13 dicas essenciais para não reprovar na inspeção veicular

O WebMotors dá 13 dicas importantes aos motoristas para ter o veículo aprovado na Inspeção Veicular Ambiental, obrigatória na cidade de São Paulo para todos os veículos registrados no município.

Uma inspeção prévia – feita em casa – pode indicar se o carro será aprovado ou não. Siga estas dicas e conte sempre com a orientação de um mecânico ou oficina de confiança para fazer os reparos necessários de forma preventiva.

  1. Verifique se o escapamento do automóvel tem algum tipo de vazamento ou se libera fumaça preta pelo cano de descarga. Passar o dedo no escapamento (frio) e notar fuligem preta é sinal de que há problemas no motor.  Procure um mecânico de confiança e solucione o problema antes da avaliação;
  2. Fique atento a qualquer vazamento de óleo do carro, pois esse item reprova o veículo antes mesmo do teste de emissões. Primeiro verifique se o nível do óleo está dentro do limite na marca da vareta. Verifique a tampa do cárter, bujão, capa dos tuchos, tampa de válvulas e juntas, e confira se há algum vazamento. Atenção ainda ao óleo que pode vazar e umedecer peças da suspensão;
  3. Refrigeração: esteja atento ao radiador furado, reservatório de água com vedação ruim, mangueiras ressecadas e furadas, braçadeiras soltas e bomba d’água vazando. Esse vazamento também reprova o veículo na inspeção, antes mesmo de fazer o teste das emissões.
  4. Correias e mangueiras: o que pode reprovar facilmente é a mangueira de borracha que tem junto ao filtro de alguns automóveis. Qualquer dano nesse item também faz o carro reprovar de imediato;
  5. Documentação de acordo com o veículo: se o carro tem cor diferente da que aparece no documento ou se o combustível usado não é o mesmo especificado no documento, regularize-o;
  6. Usar álcool misturado à gasolina não é uma boa ideia, pois pode causar funcionamento irregular do motor e ser a causa de reprovação do carro;
  7. Atenção com a partida demorada. O carro deve ligar de imediato ao girar a chave no contato. Verifique itens como a bateria, motor de partida e alternador. Do contrário, o carro também pode reprovar;
  8. Antes de fazer a Inspeção Veicular Ambiental, leve seu carro para uma inspeção prévia, que irá analisar de fato os níveis de emissões de poluentes, que pode ajudar muito a saber se o carro será aprovado;
  9. Peça ao mecânico para ajustar a marcha lenta e obter o maior rendimento do combustível;
  10. Se for um carro relativamente rodado, troque velas, cabos de velas, e eventualmente, algum sensor do sistema de injeção ou carburador.
  11. Carburador: além do ajuste fino, é importante verificar se o combustível não vaza pelas bordas em nenhum momento. Verifique se as tomadas de vácuo estão ligadas no lugar certo. Em caso de vazamento, o carro é reprovado. É recomendada a revisão e limpeza do sistema, além da troca das juntas;
  12. Válvula Canister é uma peça que acumula os gases que evaporam do tanque, por excesso de gasolina. Peça para o mecânico verificar seu funcionamento;
  13. Carros antigos da marca Volkswagen refrigerados a ar: verificar o coletor de admissão que deve estar ligado ao escapamento.  A mangueira do respiro do cárter deve estar presa ao filtro de ar;

É importante lembrar que fumaça azul (resultado da queima de óleo) reprova o veículo de imediato. Antes, é preciso verificar com seu mecânico de confiança se há problemas no cabeçote (válvulas e retentores), anéis gastos, pistões, paredes riscadas ou respiro do cárter entupido. O funcionamento irregular do motor também reprova. Durante a inspeção o técnico é que aciona o motor, por isso é importante que o carro ligue de imediato e mantenha a marcha lenta para poder ser analisado.

Entre os antigos, só os carros com placa preta ou motor dois tempos não fazem inspeção. Por isso é importante manter a parte mecânica e visual em dia. Assim, quando o carro for inspecionado, um simples ajuste pode ser determinante na aprovação.

Ajudar a diminuir a quantidade de poluentes suspensos na atmosfera é tarefa de todos nós. Por isso, mantenha seu carro sempre em bom estado, regulado e com a documentação em dia. Dessa forma será grande a contribuição para um trânsito mais seguro e um ar muito mais saudável.

?

fonte : Casa da Notícia / Marcos Camargo Jr e Débora Ribeiro