BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Canelinha recebe terceira etapa do Brasileiro de Motocross

Canelinha recebe terceira etapa do Brasileiro de Motocross

Melhores pilotos do Brasil estarão reunidos no fim de semana dos dias 16 e 17 de julho no tradicional Motódromo Arthur Jachowicz

O tradicional motódromo de Canelinha (SC) recebe no próximo fim de semana, dias 16 e 17 de julho, a terceira etapa do Brasileiro de Motocross. Com sete categorias em jogo, a etapa catarinense terá um atrativo especial, já que será decisiva também para a pré-seleção de pilotos que vão representar o Brasil no Motocross das Nações, na França, em setembro.

A prova em Canelinha se divide em dois dias. Sábado acontecem os treinos livres e classificatórios para todas as categorias: MX1, MX2, MX3, MX4, 65cc, 85cc e 230cc. Domingo rolam as provas, com uma bateria de cada classe, sendo que a maioria dos pilotos opta por competir em duas categorias.

Douglas Parise, do Brasil Racing Team, por exemplo, irá disputar as categorias MX1 e MX3. Atualmente ele é o quarto colocado da MX1 e o terceiro na MX3. “Desde o início disse que focaria na MX3, que é onde tenho mais condições de buscar o título. Mas estou próximo dos ponteiros na MX1 também, então não tem por que ficar de fora. Gosto muito de correr em Canelinha. A pista é técnica e veloz, o público é muito participativo, e eu geralmente me dou bem lá”, comenta.

Natural da cidade catarinense de Santa Rosa de Lima, Germano Vandresen espera fazer bonito frente ao público de seu estado na categoria 230cc.. “Minha meta neste ano é estar sempre entre os cinco primeiros colocados. Estou com uma estrutura muito boa, com moto de treino e competição, e muita vontade de competir. Espero que possa estar no pódio em Canelinha”, afirma o atleta de 26 anos.

Djalminha Britto é o representante da Brasil Racing na 65cc. Recém-recuperado de lesão, o atleta de 13 anos promete empenho máximo na volta ao Brasileiro. “Participei da primeira etapa em Foz, onde tive muitos problemas, desde atraso na viagem, e não consegui me focar na corrida. Em Carlos Barbosa, na segunda etapa, eu estava machucado e não participei. Agora, em Canelinha, quero recuperar o tempo perdido”, afirma.

João Pedro Pinho Ribeiro completa o time Brasil Racing na categoria MX2 nesta etapa catarinense do Brasileiro. Pinho Ribeiro, com apenas 16 anos, aparece como promessa para o futuro do esporte no país. Líder do Campeonato Gaúcho, o atleta quer ganhar experiência entre os mais rodados no cenário nacional. “É sempre importante fazer provas deste nível, encarar pistas mais difíceis. É assim que se cresce profissionalmente”, avalia.

Programação

3ª Etapa – Brasileiro de Motocross

Local: Motódromo Arthur Jachowicz, Canelinha (SC)

Sábado – 16/7
8h30 às 8h45 – Treino livre 230cc
8h55 às 9h15 – Treino livre MX3
9h25 às 9h40 – Treino livre 65cc
9h50 às 10h10 – Treino livre MX2
10h20 às 10h40 – Treino livre MX4
10h50 às 11h05 – Treino livre 85cc
11h20 às 11h40 – Treino livre MX1
12h40 às 12h55 – Treino cronometrado 230cc
13h05 às 13h25 – Treino cronometrado MX3
13h35 às 13h50 – Treino cronometrado 65cc
14h às 14h20 – Treino cronometrado MX2
14h30 às 14h50 – Treino cronometrado MX4
15h às 15h15 – Treino cronometrado 85cc
15h25 às 15h45 – Treino cronometrado MX1

Domingo – 17/7
8h20 às 8h30 – Warm Up MX3
8h40 às 8h50 – Warm Up 230cc
9h às 9h10 – Warm Up 65cc
9h20 às 9h30 – Warm Up MX2
9h40 às 9h50 – Warm Up MX4
10h às 10h10 – Warm Up 85cc
10h20 às 10h30 – Warm Up MX1
11h – Abertura oficial
11h30 – Corrida MX3 e MX4
12h – Corrida 230cc
12h50 – Corrida 65cc
13h50 – Corrida MX2
14h50 – Corrida 85cc
15h50 – Corrida MX1

Classificação do Campeonato

MX1
1) Antônio Jorge Balbi Júnior – 43 pontos
2) Eduardo Lima – 35 pontos
3) Marcello Ratinho Lima – 34 pontos
4) Douglas Parise (Brasil Racing) – 27 pontos
5) Leandro Silva – 25 pontos

MX2
1) Eduardo Lima – 45 pontos
2) Marcello Ratinho Lima – 38 pontos
3) Hector Assunção – 32 pontos
4) João Paulo Feltz – 27 pontos
5) Thales Vilardi – 27 pontos

MX3
1) Massoud Nassar – 44 pontos
2) Marcos Campos Cordeiro – 42 pontos
3) Douglas Parise (Brasil Racing) – 41 pontos
4) Davis Guimarães – 40 pontos
5) Milton Chumbinho Becker – 34 pontos

MX4
1) Milton Chumbinho Becker – 52 pontos
2) Marlon Olsen – 42 pontos
3) Julio Cezar Xavier – 42 pontos
4) Marcelo Agostini – 36 pontos
5) Marco Antônio Paz – 29 pontos

65cc
1) Enzo Lopes – 52 pontos
2) Renato Costa Mattos Paz – 42 pontos
3) Arthur Todeschini – 42 pontos
4) Yuri Campello – 34 pontos
5) Gabriel Della Flora – 23 pontos

85cc
1) Gustavo Henn – 52 pontos
2) Gustavo Pessoa – 42 pontos
3) Enzo Lopes – 36 pontos
4) Fábio dos Santos – 31 pontos
5) Kioman Navarro Munhoz – 26 pontos

230cc
1) Fabiano Nestor dos Santos – 47 pontos
2) Richard Nunes Piabinha – 43 pontos
3) Leonardo Lizott – 37 pontos
4) Ismael Rojas – 36 pontos
5) Marcos Roberto Roza de Moraes – 33 pontos

?

fonte: Brasil Racing. Foto: Cesar Araujo/Brasil Racing

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Evento inédito reúne gastronomia, as melhores motos do Brasil e muito lazer

Um evento diferenciado no qual o público poderá passar um final de semana divertido e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *