BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Colatreli deve estrear moto nova na etapa final do Moto 1000 GP, no Rio

Colatreli deve estrear moto nova na etapa final do Moto 1000 GP, no Rio

Piloto recebe nova motocicleta até a próxima semana e disputa as provas do Rio perto de fechar projeto para a temporada 2012

O piloto paulista Murilo Colatreli espera estrear a moto nova nas provas de encerramento da temporada 2011 do Moto 1000 GP, que acontecem nos dias 19 e 20, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Ele quer aproveitar a etapa para iniciar a preparação do equipamento que vai usar na temporada de 2012, cujo projeto já está com as negociações bastante adiantadas.

Colatreli, que desde 2006, quando conquistou o título do Brasileiro de Motovelocidade, na categoria 600cc, vem figurando entre os principais nomes do esporte, disputou duas etapas do Moto 1000 GP, como convidado. “É um campeonato muito bem organizado”, diz. O piloto, que correu a 3ª etapa,  em São Paulo, e a 5ª, em Curitiba, anunciou que deve fechar dentro de mais alguns dias o projeto para 2012. “Estou muito perto de viabilizar o projeto para correr todo o campeonato no ano que vem. Tenho algumas negociações bastante adiantadas e devo conseguir, sem maiores problemas”, comenta. Nas duas etapas disputadas nesse ano Colatreli chegou a 59 pontos, indo ao pódio duas vezes nas quatro corridas.

Murilo Colatreli disse que deve receber até a próxima semana sua nova motocicleta, uma Kawasaki ZX10. “Já estou me preparando para correr com ela no Rio. Vou precisar de pelo menos uma semana de preparação básica para corrida. Mas ainda vai estar muito próximo do modelo original. Mesmo assim, estou muito otimista”, diz.

Depois do titulo na 600cc em 2006, Colatreli foi 5º no Brasileiro de Motovelocidade de 2007, já com uma moto de 1000cc. Em 2008 chegou ao terceiro lugar no campeonato e a evolução se confirmou em 2010, quando conquistou dois títulos de 1000cc e um vice-campeonato em competições paralelas.

O Moto 1000 GP tem patrocínio oficial de Petrobras, Lubrax e BMW Motorrad, além do apoio de Michelin e Beta Ferramentas; parceria com a W2 Boots e Shoei e parceria técnica de Servitec Dinamômetros, Vaz, Akrapovic, K&N e MRA. As provas da categoria têm transmissão ao vivo pela Record News em canal aberto em VHF e UHF, além de transmissão pela internet, na integra, pelo próprio site oficial do campeonato e pelo portal R7.  Também é possível acompanhar as movimentações do evento através das redes sociais como o Twitter (@moto1000gp) e Facebook (WWW.facebook.com/moto1000gp).

Texto: Claudemir Hauptmann

?

fonte: Grelak Comunicação. Foto: A.R. Donini

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Harley-Davidson do Brasil atesta a importância da troca do fluido de freio

As principais características dos fluidos de freio, revisão, manutenção e informações completas sobre o seu ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *