BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Com R$ 400 milhões em negócios, SBK Series se prepara para 2012

Com R$ 400 milhões em negócios, SBK Series se prepara para 2012

Uma festa com a presença de pilotos, equipes, jornalistas, patrocinadores e personalidades do esporte marcou o encerramento da temporada 2011 do SuperBike Series Brasil, o maior e mais disputado campeonato de motovelocidade da América Latina. Em clima de confraternização, Bruno Corano, piloto da equipe Desodorante Gillette SuperBike Team e organizador do campeonato, anunciou os números da competição neste ano e as projeções para 2012. Segundo ele, a competição movimentou R$ 400 milhões este ano; teve R$ 112 milhões em retorno de mídia, sendo 210 horas de exibição na TV; bateu o recorde de pilotos inscritos – 250 ao todo – e de público presente nos autódromos – cerca de 270 mil.

Festa de encerramento

O autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), recebeu no último domingo, 18, a última das 14 etapas do SBK Series em 2011. O encerramento da temporada, no entanto, só ocorreu nessa terça-feira, 20, quando pilotos, equipes, jornalistas, patrocinadores e personalidades do esporte se reuniram no Afrikan House, na capital paulista, para a festa de premiação.

O evento foi marcado pelo anúncio dos expressivos números que o campeonato atingiu em 2011 e as metas para 2012. Segundo Bruno Corano, este ano o SBK Series movimentou R$ 400 milhões, entre verba de patrocínio, investimento em motos, equipamentos e acessórios. “Só de retorno de mídia, o campeonato chegou a R$ 112 milhões, sendo 210 horas de exibição na TV, entre corridas ao vivo, reprises e entrevistas”, explicou.

O sucesso do SBK Series não se traduz só em dinheiro. Nas 14 etapas realizadas ao longo do ano, mais de 266 mil pessoas estiveram presentes nos autódromos de cinco estados brasileiros por onde a competição passou, um aumento de 25% em relação a 2010.

Dentro da pista, o SBK Series quebrou muitos recordes. Na última etapa da competição, 55 pilotos se inscreveram em uma mesma corrida, sendo que a média é de 47 por prova. Em uma única etapa, houveram mais de 180 inscritos, divididos em sete categorias. Somando todas as etapas do ano, mais de 250 atletas participaram do SBK Series.

Outro recorde importante foi o obtido por Danilo Andric (#64), da Limited Motosports, que conseguiu a melhor volta de Interlagos, com 1:39.352. Vale lembrar que Andric foi o campeão do SBK Series na categoria Pro. Durante a festa, o piloto #64 falou sobre seu desempenho na temporada 2011. “Apesar de conseguir dez vitórias e quatro recordes de pista, foi um ano difícil, não foi fácil. O título veio com muita dedicação. Corri por 2 anos o Mundial lá fora, este ano preferi ficar por aqui. E ano que vem vou estar presente novamente”, afirmou Andric.

O que era bom vai ficar ainda melhor

De acordo com Corano, para o próximo ano, o campeonato vai crescer ainda mais. “Vamos aumentar o número de pilotos nos grids, dobrar a visibilidade da competição, elevar o tempo de exposição na TV, ter a entrada de quatro grandes novos patrocinadores, os quais serão anunciados um a um em janeiro. Prometo que irão chacoalhar o mercado”, disse.

Para isso, o idealizador do SBK Series revelou que quatro novas equipes oficiais de fábrica vão entrar para o campeonato, sendo duas japonesas e duas europeias; há expectativa de que 40 pilotos estreiem; os investimentos em mídia vão aumentar em 150%; e será instituída premiação para os 15 melhores pilotos de cada etapa. Outro ponto destacado por Corano são as parcerias com patrocinadores e apoiadores. De acordo com ele, serão mantidas as parcerias com Mobil, Kawasaki, Alemão Pneus, Diafrag, Alpinestars, Shark e Yoshimura. Prefeitura de São Paulo, São Paulo Turismo e ESPN Brasil, GT Brasil e Rádio Metropolitana.

Além disso, há a parceria com a Pirelli, maior fabricante de pneus do mundo, líder na produção de pneus esportivos. Como afirma o organizador do SBK Series, dentro do universo das competições, a Pirelli está há mais de 10 anos é a fornecedora oficial de todos os principais campeonatos de motovelocidade nacionais do mundo, além do Campeonato Mundial. “Em 2012 passaremos a integrar a lista dos cinco eventos mais importantes da Pirelli no mundo, junto com o Britânico e o Mundial de SBK. Para isso, no ano que vem, nosso campeonato vai contar com nova medida do pneu Diablo SuperCorsa traseiro, 200, a mesma do Mundial; e para 2013 estaremos entre os primeiros eventos do mundo a estrear o novo Diablo SuperCorsa, que hoje está em desenvolvimento”, revela.

Dos gramados para o asfalto?

A festa de encerramento da temporada 2011 do SBK Series foi marcada pela presença de personalidades do esporte. Uma delas foi o craque Denílson, ex-jogador do São Paulo e da Seleção Brasileira, pentacampeão mundial em 2002. O ex-atacante, para quem não sabe, é ligado ao motociclismo desde os 17 anos e já fez aulas de moto. “Já vivi a experiência de andar em Interlagos, quando fiz um curso de pilotagem para aprender um pouco da técnica. Quando eu andei, senti muita adrenalina. É muito gostoso o ambiente do motociclismo. Sempre gostei, mas era impossível conciliar com a vida de jogador”, disse.

Sempre extrovertido, Denílson falou que pode correr em 2012 no SuperBike Series e provocou os outros pilotos. “Agora que eu me aposentei e comecei a entender um pouco mais o que é o motociclismo, vamos ver se em 2012 eu posso me dedicar aos cursos e competir profissionalmente. Fiquem espertos, pilotos, ‘Denílson Show’ está chegando aí; não vai ter pra ninguém”, brincou o ex-jogador.

TNT SBK terá novo nome em 2012

Outra novidade para 2012 é o nome do segundo campeonato do ano, atualmente chamado de TNT SuperBike. De acordo com Corano, três grandes empresas estão na briga para assumir o nome da competição. “Uma delas irá levar o nome do campeonato, mas, por enquanto, não posso revelar. Só em janeiro”, desconversou.

O SuperBike Series é a junção de dois campeonatos (Pirelli Mobil SuperBike e TNT SuperBike), que somando todas as provas é composto por 14 etapas. O Pirelli Mobil SBK, campeonato com sete categorias só de motos, é composto de seis etapas e define o campeão paulista. Já o TNT SBK é composto por duas categorias de motos, e ao todo tem oito etapas que ocorrem simultaneamente com o Itaipava GT Brasil e consagra o campeão do TNT SBK. O mais bem sucedido nas 14 corridas, isto é, somando os dois campeonatos, é o campeão do SuperBike Series Brasil.

O SuperBike Series tem a realização da MotoSchool. Patrocínio de Pirelli, Mobil, Kawasaki, Alemão Pneus, Diafrag, TNT Energy Drink, Alpinestars, Shark e Yoshimura. Apoio da Prefeitura de São Paulo, São Paulo Turismo, ESPN Brasil, GT Brasil e Rádio Metropolitana.

?

fonte: Yes Sports. Foto: Donini/Y. Sports

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

14900347_910113489124132_252720699733563665_n

Campeonato Brasileiro de Supermoto manterá a configuração original para a última etapa da temporada.

Santos, 17 de novembro de 2016   Após analisar os regulamentos da CBM e FIM, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>