BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Com a palavra / Como prevenir a queda com a motocicleta devagar e parada

Como prevenir a queda com a motocicleta devagar e parada

Muita gente cai parado, fica bestificada e não consegue explicar o ocorrido.

Acontece que existem diversas maneiras de você aferir esta maravilha de queda, e também de tomar algumas medidas que podem protegê-los.

A mais freqüente é pela utilização errada do freio dianteiro em baixa velocidade. Além, da forma brusca que você aciona o manete de freio muitas vezes com o guidão ligeiramente virado para o lado.

A baixa velocidade auxilia em que o acidente não seja grave, mas uma torção forte do membro inferior pode lesar o joelho e o tornozelo, promovendo lesões ligamentares e possíveis fraturas expostas.

É necessário que o motociclista se condicione a usar somente o freio traseiro nas baixas velocidades, mesmo em manobras de retornos ou mesmo nas mudanças de direção e nas paradas.

A outra causa muito freqüente é o esquecimento de se colocar o pedal de encosto no chão após o estacionamento total da moto.

A pressa a ansiedade de descer ou mesmo o estado de letargia que ficamos após um trecho longo de viagem, o condicionamento da ação de baixar o pedal de apoio pode desaparecer e você abandonar a moto mal calçada sem o pedal totalmente apoiado ou mesmo sem apoio algum.

Lesões na perna, joelho, tornozelo, e pé são muito freqüentes, sem falar no estrago da moto.

Quando você vem de um trecho longo de rodovia ao entrar em um posto de gasolina, por exemplo, faça reduções fazendo uso do câmbio e não do freio, movimente a cabeça, eleve o tronco.

Observe as condições do solo e ao entrar na pista de parada condicione-se já em baixa velocidade a utilizar o freio traseiro.

Coloque o pé esquerdo com segurança no chão, cuidado com os desníveis poderá “faltar chão”.

Estas medidas são como um despertar do cérebro que está “anestesiado” pela velocidade, havendo certa dificuldade em pré sentir o excesso de velocidade, a utilização de freio e mesmo a colocação do pedal de apoio ao chão.

Existem botas com solado fracionado e entre estes restam espaços que podem prender seu pé no pedal dificultando a retirada rápida do pé do pedal … fique atento.

Procure aumentar sua altura com um solado o mais grosso possível.

Adaptações fazem a bota se elevar em até quatro centímetros, (Faça isto dentro da bota e não somente no solado, poderá ficar instável e estéticamente feio), eu vi na estrada uma bota com seis centímetros a mais de altura.

O excesso de carga motocicletas muito altas e motociclistas baixos podem formar um trinômio perigoso. Leve exclusivamente o necessário, se for ficar muitos dias mande algumas coisas na frente.

O tempo no motociclismo é como na aviação, passou do ponto não tem volta, isto é dito pelos experientes pilotos.

Um conselho de um grande motociclista da Policia federal nosso conhecido Bacaro, é que sempre que possível você que é motociclista de fim de semana, vá a um local plano e sem movimento de veículos, faça um treinamento procedendo com movimentos, de giro de zigue zague, de vagar com sua moto.

Determine uma área de mais ou menos 10 metros de distância de um ponto a outro e tente andar pelos entremeios fazendo marcações para fazer por exemplo uma curva de ida e uma de volta seqüencialmente.

Marque um espaço, como se fosse uma rua de seis metros de largura e tente retornar devagar sem por o pé no chão.

Faça um curso de pilotagem é bom e trás melhorias na segurança de sua condução.

Tudo isto pode facilitar sua vida e evitar acidentes.

 

Autor : Claudio José Musumeci
Médico ortopedista e motociclista
Adora viajar de moto e curtir os momentos bons que a vida proporciona.
Sempre acompanhado de sua esposa Maria Teresa.
Autor do blog Motomed Motociclismo Seguro

 

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

52% dos brasileiros consideram o transporte público ruim ou péssimo

De acordo com o estudo realizado pela Expertise, 56% das pessoas gastam mais de uma ...

6 comentários

  1. Muito bom. Só lembraria que em posto de gasolina é bom também ver se tem óleo no chão… antes de escorregar e perder o pé.

  2. Gostei muito do texto muito esclarecedor e com boas dicas e de facil compreenção muito obrigado.

  3. Murilo Tabith

    Dr. Claudio, abordou bem o assunto, muito bem explicado. Parabéns. Abraço

  4. Lauro de Los Piscos

    Dr. coisa simples mas importante para um motociclista, pois tirando um acidente mais grave o que mais acontece é o famoso tombo (cair com a moto ou deixar a moto cair.) Muito bom e vê se aparece.

  5. paulo norcia

    interessante, útil e bem escrito, congrats !
    PN

  6. Pessoal sou eu mesmo acabei de saber que a Casa das Viseiras na General Osório encomendou botas com correção de altura de até6 cm.

    Claudio musumeci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *