BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Em fim de semana atípico, Eric Granado estreia no CEV

Em fim de semana atípico, Eric Granado estreia no CEV

O domingo, 1º, foi de estreia para Eric Granado (#57). Depois dos testes de pré-temporada, o brasileiro fez a primeira corrida em sua nova categoria, a Moto2 (motores Honda 600cc). O circuito de Jerez de la Frontera (Espanha), palco da etapa de abertura do Campeonato Espanhol de motovelocidade (CEV), foi o local para o debut de Granado. O dia também marcou a estreia da equipe nipo-italiana JiR (pela qual o brasileiro corre) no CEV.

Apesar do otimismo de todos, o domingo foi atípico. O clima instável – ora com chuva, ora com sol –, e a interrupção da corrida com bandeira vermelha atrapalham a estratégia traçada.

Muitos percalços no caminho de Granado

As dificuldades do brasileiro, porém, começaram antes mesmo do fim de semana. Desde o início do ano, Granado vem treinando com pneus Dunlop – que são usados no Mundial de Moto2 –, no CEV, entretanto, os compostos utilizados são da Michelin, os quais Eric e a equipe JIR, nunca utilizaram, nem para treinos.

O clima foi outro obstáculo para o brasileiro. Na sexta-feira, 30, dia dos primeiros treinos livres, Granado foi para a pista de Jerez com pneus secos e teve que fazer varias mudanças na suspensão. Pouco tempo depois, veio a chuva e o piloto #57 teve que se recolher aos boxes. No sábado, 31, a história se repetiu. Usando pneus para chuva, a equipe teve que refazer novos acertos na moto. Granado estava na quarta posição no treino classificatório. Antes do fim do treino, a pista começou a secar. O brasileiro continuou rápido no circuito, mesmo com compostos de chuva e, em uma de suas voltas rápidas, a moto perdeu aderência e foi ao chão. Com isso, o brasileiro não conseguiu voltar à pista e terminou no 16º lugar, posição em que largou na corrida.

Já no warm-up de domingo Granado teve dificuldades e só conseguiu dar uma volta. Na corrida, como de costume, o brasileiro largou muito bem e ganhou quatro posições, porém com pneus de chuva, opção feita pela equipe para dar uma segurança ao piloto pelo clima estar tão instável. Logo no início, a prova foi interrompida com bandeira vermelha. Granado e todos outros pilotos tiveram que ir para os boxes para nova largada e aproveitando que a pista estava totalmente seca a equipe trocou os pneus para esse tipo de pista. Quando a corrida foi retomada, um temporal caiu sobre Jerez. A maioria dos pilotos, inclusive o brasileiro corria de pneus adversos. Sendo assim, quase todos foram para os boxes colocar compostos próprios para a chuva, com isto Granado perdeu mais de 3 minutos nos box, impedindo o piloto de lutar pelas primeiras posições, mesmo virando 10 segundos mais rápido que o vencedor. Os poucos pilotos mais experientes que tomaram a decisão de ficar na pista e correr com pneus secos acabaram ficando nas primeiras posições. Granado terminou a corrida em 23º.

Apesar de não ter sido o resultado que Granado e a equipe esperavam, o brasileiro não desanimou. “Esse foi um fim de semana incomum, em que quase tudo que planejamos deu errado. Mesmo com esses obstáculos, não podemos lamentar. Acredito que é possível se tirar um aprendizado em qualquer situação. Ainda estou me adaptando aos pneus Michelin e à Moto2. Vou intensificar os treinos nas próximas semanas visando a segunda etapa do Espanhol e a minha estreia no Mundial (de Moto2), em junho”, disse Granado.

Ainda hoje, o piloto #57 retorna ao Brasil, onde retoma os estudos e segue treinando. O próximo desafio de Granado será no circuito de Navarra (Espanha), dia 22 de abril, palco da segunda etapa do Espanhol de Motovelocidade.

Eric Granado tem, nesta temporada, o patrocínio de Mobil Lubrificantes, Alliance Investimentos, Capacetes Shark, Óculos Oakley, Luna Aerografia, Alpinestars, Soulmoto e Post varejos.

Resultado da 1ª etapa do CEV

1 #7 Daniel Rivas (Tsr Galicia School) 19:51.316
2 #45 P Kris Mclaren (Team Brp Racing) +9.946
3 #9 Kenny Noyes (PL Racing Moto2) +10.134
4 #92 Alejandro Mariñelarena (Cns Motorsport) +10.406
5 #55 P Hafizh Syahrin (Petronas Raceline Mala) +12.200
6 #33 P Guillermo Casas (Gpd Enginering Gpd Tecs) +25.327
7 #18 Jordi Torres (Jhk T-Shirt Laglisse) +36.680
8 #12 Lucas Mahias (Inmotec) +39.701
9 #27 Russel Gómez (Halcourier MS) +41.675
10 #40 Roman Ramos (Motorrad Competicion) +43.112
23 #57 Eric Granado (JiR Moto2) 1 volta

?

Racing Press. Foto: MotoGP/Y. Sports

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

14900347_910113489124132_252720699733563665_n

Campeonato Brasileiro de Supermoto manterá a configuração original para a última etapa da temporada.

Santos, 17 de novembro de 2016   Após analisar os regulamentos da CBM e FIM, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>