BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Felipe Zanol espera reviver Mundial de Enduro FIM em Santa Catarina

Felipe Zanol espera reviver Mundial de Enduro FIM em Santa Catarina

Piloto patrocinado pela Rinaldi lidera a E1, enquanto Gregório Caselani busca a liderança na E2 na segunda etapa do Brasileiro de Enduro FIM neste fim de semana, em Jaraguá do Sul

A cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, recebe nesse fim de semana, 11 e 12 de junho, a segunda etapa do Brasileiro de Enduro FIM. Colonizada por imigrantes europeus no século 19, a cidade reúne características que fazem Felipe Zanol, líder da classe E1 do campeonato, recordar de sua temporada no Mundial de Enduro FIM em 2010.

“O frio que está fazendo no Sul e a possibilidade de correr no barro molhado me fazem lembrar das etapas do Mundial na Europa. Gosto muito de competir nestas condições, pois elas tornam a prova muito mais técnica e difícil”, afirma Zanol.

Mas, as semelhanças com as provas do Mundial não se limitam ao clima e ao terreno da cidade catarinense. A organização do evento, que recebe o patrocínio da Rinaldi, preparou um avanço na cronometragem e apresentará um sistema inédito em uma etapa do campeonato nacional.

Nilson Tecilla, um dos responsáveis pela prova, explica que, durante as Especiais, o tempo de cada piloto será transmitido online para uma central de apuração no parque do evento. “Ao terminar o trecho cronometrado, o piloto terá seu tempo exposto num monitor, na hora! Similar a isso só é feito no Campeonato Mundial de Enduro”, comenta Tecilla.

A segunda etapa do Brasileiro de Enduro FIM, válida também pela quinta e sexta rodadas do Catarinense da modalidade, terá um percurso de 46 quilômetros por volta. No sábado, os competidores percorrerão duas voltas no circuito, e no domingo, serão três voltas, totalizando mais de 200 quilômetros no fim de semana. “Essa será a primeira etapa no ano com dois dias de corrida. Gosto deste formato porque exige que o piloto mantenha a regularidade e também por ser o formato utilizado no Mundial”, avalia Zanol.

O piloto mineiro patrocinado pela Rinaldi lidera a principal categoria do campeonato, a E1, com 25 pontos, seguido por Nielsen Bueno, 22 pontos, e Julio “Bissinho” Zavatti, 20 pontos. Gregório Caselani, piloto Rinaldi na categoria E2, está na vice-liderança da classificação geral. Ele tem 22 pontos, atrás de Caue Aguiar, 25 pontos, e na frente de Thiago Veloso, 20 pontos.

“Esta prova será uma boa base para mim, pois, na primeira etapa eu não estava muito bem, e agora, estou melhor preparado”, avalia Caselani. “Acredito que esta temporada será um das mais difíceis dos últimos tempos. O nível dos pilotos se elevou e a quantidade também, o que deixa a competição muito mais acirrada. Espero vencer a prova em Santa Catarina e assumir a liderança do campeonato, mas sei que não será fácil”, conclui o piloto gaúcho.

Classificação:

E1

1º) Felipe Zanol – 25 pontos (piloto Rinaldi)
2º) Nielsen Bueno – 22 pontos
3º) Julio “Bissinho” Zavatti – 20 pontos
4º) Michel Cechet – 18 pontos
5º) Humberto Cadori Filho – 16 pontos

E2

1º) Caue Aguiar – 25 pontos
2º) Gregório Caselani – 22 pontos (piloto Rinaldi)
3º) Thiago Veloso – 20 pontos
4º) Rômulo Bottrel – 18 pontos
5º) Eder Gonçalves – 16 pontos

?

fonte: Imprensa Rinaldi . Foto: Divulgação Equipe GAS GAS/Rinaldi

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Sambódromo recebe exposição da Linha Opala

Na próxima terça-feira, dia 10 de outubro, o tradicional evento de carros antigos e especiais ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *