BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Honda irá reaproveitar metais raros contidos em seus produtos

Honda irá reaproveitar metais raros contidos em seus produtos

Nova tecnologia é fruto de parceria com a Japan Metals & Chemicals e será aplicada em fábricas da Honda no Japão

A Honda Motor Co. Ltd e a Japan Metals & Chemicals Co. Ltd anunciaram em abril uma parceria para estabelecer o primeiro processo de extração e reuso de metais raros contidos nos produtos da Honda. A novidade não é um processo experimental, e está sendo implantada em conjunto com as práticas de reciclagem já adotadas pela empresa.

Como parte deste esforço, até o final deste mês, a Honda e Japan Metals & Chemicals começarão a extrair os metais raros de baterias de níquel usadas que foram coletadas, dentro e fora do Japão, de veículos híbridos de consumidores Honda.  A nova operação será a primeira no mundo a extrair metais raros como parte do processo produtivo para reciclagem em uma indústria de grande porte.

A Honda já vinha realizando um trabalho de reciclagem das baterias de níquel para a produção de aço inoxidável.  Mas a nova tecnologia desenvolvida pela Japan Metals & Chemicals tornou possível a extração de metais raros com pureza tão alta quanto em  metais extraídos do solo e refinados.

O novo processo permite a extração de mais de 80% dos metais raros contidos nas baterias usadas. A Honda está buscando formas de reutilizar não só os metais raros extraídos das baterias híbridas, mas também de outros produtos fabricados pela companhia.

Este novo processo faz parte da política dos 3R – Reduzir, Reusar e Reciclar – adotada pela Honda. Todas as fábricas da marca no mundo seguem o conceito Green Factory (Fábrica Ecológica), que atua em diversas frentes, como redução da geração de resíduos no processo produtivo e melhoria da eficiência no uso da energia.

No Brasil

Assim como as demais fábricas no mundo, as duas unidades fabris da Honda no Brasil adotam o conceito Green Factory.

A fábrica de automóveis, localizada em Sumaré (SP), foi a pioneira no mundo ao implementar, em 2009, o uso de embalagens biodegradáveis na proteção dos assentos dos veículos nacionais. Inúmeros benefícios são alcançados com a utilização desse material. Transformado a partir de polímero biodegradável, o material é totalmente livre de metais pesados e de grande toxicidade. Durante sua biodegradação, não libera qualquer composto perigoso ao ambiente, apenas água, gás carbônico e húmus (adubo para o solo). O tempo de degradação do material no meio ambiente é de no máximo seis meses, bem inferior ao da embalagem convencional, que pode levar até 200 anos para se decompor.

Outro exemplo de ação inovadora implementada na fábrica de automóveis brasileira em 2010 foi a substituição dos protetores de plástico adesivado utilizados nas rodas de liga leve dos automóveis destinados à exportação por um modelo elaborado com plástico reciclado de garrafas PET. Esse material é 100% reciclável, além de não gerar resíduos e não reter sujeira por não utilizar cola.

Já a fábrica de motocicletas, localizada em Manaus (AM), entre outras ações, utiliza algumas matérias-primas que são 100% regeneradas e reutilizadas, interna ou externamente. Entre estes matérias podemos citar a areia de fundição, o alumínio, os plásticos ABS e o polipropileno. Além disso, sempre pensando no meio ambiente, a empresa mantém em Rio Preto da Eva (AM) uma reserva florestal de mil hectares. A parcela de floresta nativa mantida nesta reserva junto com as espécies de árvores plantadas pela própria Honda é suficiente para neutralizar em 100% as emissões de CO² resultantes das atividades produtivas da fábrica em Manaus.

***

FSB Comunicações

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

14900347_910113489124132_252720699733563665_n

Campeonato Brasileiro de Supermoto manterá a configuração original para a última etapa da temporada.

Santos, 17 de novembro de 2016   Após analisar os regulamentos da CBM e FIM, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>