BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Avaliações / Honda NC 700X … primeiras impressões !

Honda NC 700X … primeiras impressões !

A Honda está cada vez mais rápida no alinhamento do seu line-up, oferecendo a NC 700X somente alguns meses após o Salão de Milão onde ela foi apresentada em 2011, e o melhor, já fabricada no Brasil.

A proposta da NC 700X é claramente urbana, uma combinação de on-off com naked.

Sua posição de pilotagem é confortável e natural. As pernas ficam pouco dobradas e o banco é macio e com acabamento antiderrapante. O acabamento geral segue o padrão Honda de qualidade e seu design é muito atraente.

Os punhos tem bom tato sem cantos vivos, só incomodou a posição invertida do botão da buzina com o das setas laterais (botão de seta fica embaixo e a buzina no meio) e o lampejador do farol alto utilizar o mesmo botão do farol alto/baixo como nos scooters. Nada que você não se acostume com tempo.

O painel tem ótima visibilidade e 100% digital, conta com marcador de combustível, conta-giros, hodometros parcial/total, relógio, velocidade e luzes espia. Simples e funcional. A bolha desvia o vento do peito com eficiência e os retrovisores estão muito bem posicionados.

Como grande diferencial, NC 700X tem um porta objetos localizado no lugar do tanque de combustível. Nele é possível colocar um capacete integral tamanho 58 como meu (veja foto). Esse artifício leva a praticidade de um scooter (no quesito espaço para objetos) para uma motocicleta de média cilindrada.

Nestas primeiras impressões rodamos na pista de testes da Honda localizada a aproximadamente 50 km de Manaus. Nesta pista rodamos pouco mais de 30 km sob diversas condições.

Enfrentamos ruas de paralelepípedos e valetas onde a suspensão mostrou um ajuste intermediário quando comparadas com a Hornet (mais rígida) e a Transalp (mais macia), o suficiente para enfrentar o péssimo asfalto urbano sem bater no final de curso.

Fizemos um slalom bem fechado onde pudemos verificar a agilidade e leveza na mudança de direção, o que mostrou também uma boa distribuição de peso.

Prosseguimos por uma longa reta onde foi possível atingir a velocidade de 178 km/h (no velocímetro) antes de fazer uma frenagem extrema utilizando todo o potencial do conjunto de freios C-ABS que mostrou bom equilíbrio e o mesmo ótimo tato encontrado na Hornet.

O motor da NC 700X tem 669,6 cm³, 2 cilindros em linha quase na horizontal e refrigeração líquida. Sua potência é de 52,5 cv a 6250 rpm e o torque de 6,4 kgf.m a baixos 4750 rpm.

 Este motor foi desenvolvido para trabalhar a baixos giros e muita economia de combustível. A Honda fez um teste de consumo em uma pista com subidas, descidas, curvas abertas, curvas fechadas e longas retas utilizando um equipamento especial de medição.

O resultado foi surpreendente… 33,8 km/l. Claro que poderemos comprovar estes números somente quando avaliarmos a NC 700X em situação real, mesmo assim projetamos um consumo melhor que o da própria XRE 300.

O cambio tem um escalonamento diferente de todas as outras motocicletas do mercado. As 1ª, 2ª e 3ª marchas são bem curtinhas, para dar uma melhor ideia a terceira marcha sofre o corte de giros a aproximadamente 93 km/h, e era muito comum “esquecer” de trocar de marchas cortando o giro nestas três primeiras. As 4ª, 5ª e 6º marchas vão se alongando, sendo a sexta marcha uma super-overdrive, possibilitando trafegar a 120 km/h a parcos 3500 rpm.

A Honda também deixou muito clara no posicionamento de mercado da NC 700X. A promessa é manter a Transalp, NC 700X e Hornet no mercado pois cada uma tem um público específico.

Em resumo

Se você utiliza a motocicleta somente por ruas pavimentadas e faz utilização principalmente urbana (dia a dia), preza a economia de combustível, faz viagens esporádicas e não sente falta de um desempenho esportivo, a NC 700X é a sua motocicleta.

Já… se você utiliza a motocicleta somente por ruas pavimentadas, principalmente em estradas, gosta de uma pilotagem esportiva e esporadicamente utiliza a moto no dia a dia, a CBF 600F Hornet será sua escolha.

Agora… se seu caminho é por estradas de terra, ou pavimentação muito ruim, ou ainda, procura grandes viagens de aventura, a Honda XL700V Transalp lhe atenderá muito bem.

A NC 700X estará disponível nas cores vermelha e branca. Seu preço público sugerido é de R$ 27.490,00 para a versão Standard, e R$ 29.990,00 para a versão com freios C-ABS (valores com base no Estado de São Paulo, não incluem despesas com frete e seguro). Os concorrentes que se cuidem.

Ficha Técnica

Categoria Crossover
Motor 669,6 cm3, SOHC, 2 cilindros em linha, 4 tempos, arrefecido a líquido
Potência máxima 52,5 cv a 6.250 rpm
Torque máximo 6,4 kgf.m a 4.750 rpm
Diâmetro x curso 73 x 80 mm
Alimentação Injeção eletrônica de combustível PGM-FI
Sistema de lubrificação Forçada, por bomba trocoidal
Relação de compressão 10,7:1
Sistema de ignição Eletrônica
Bateria 12V – 11 Ah
Farol 60/55 W
Sistema de partida Elétrica
Capacidade do tanque 14,1 litros (2,9 litros para reserva)
Óleo do motor 3,7 litros (3,1 litros para troca)
Transmissão 6 velocidades
Embreagem Multidisco em banho de óleo
Suspensão dianteira Garfo Telescópico, com 153,5 mm de curso
Suspensão traseira PRO LINK, com 150 mm de curso
Freio dianteiro Disco com 320 mmde diâmetro e cáliper de dois pistões
Freio traseiro Disco com 240 mm de diâmetro e cáliper de pistão simples
Pneu dianteiro 120/70 – ZR17 M/C (58W)
Pneu traseiro 160/60 – ZR17 M/C (69W)
Altura do assento 831 mm
Altura mínima do solo 164 mm
Chassi Diamond frame (aço)
Dimensões (CxLxA) 2.209 mm x 831mm x 1.284 mm
Entre-eixos 1.538 mm
Peso seco 202 kg (206 kg com ABS)

Sobre Claudinei Cordiolli

Analista de Negócios formado pela Unibero, empresário no ramo de ERP´s para o setor Imobiliário. Participação em diversas provas de Enduro no final da década de 1990 e início dos anos 2000 mudou para a pilotagem esportiva onde continua pilotando (mas não competindo) até hoje. Apaixonado por Fotografia fez trabalhos para diversos sites e para o Jornal Diário de São Paulo. Hoje faz fotografia esportiva para a Taça São Paulo de Supermoto e trabalhos de freelancer. Atual colunista do site Motonauta para a seção de Avaliações e alguns editoriais sempre apresentando ao público sua opinião sem ter o "rabo preso" com nenhum fabricante ou marca.

Além disso, verifique

Versys 1000

Kawasaki Versys 1000 é diversão garantida

Há uma coisa estranha acontecendo na categoria de moto aventura. Toda a categoria foi criada ...

7 comentários

  1. Geder Righi

    Caramba concordo que a moto é excelente, mais como fico o mercado da TRANSALP…
    E o valor já que não tem as mesma especificações da TRANSALP, ela poderia ser mais acessível …

  2. Essa moto foi prometida por 20, 22 paus. Veio agora por 30. Porque diabos não lançam motos na faixa dos 20? É inesplicável esse vácuo entre as motos de 10, 13 e as de 30.000! Porque será?

  3. Paulo Thies

    A moto me parece muito boa, fiz um test drive, mas creio que que o preço poderia ter ficado em torno de R$25.000,00 versão ABS.

  4. Parabéns pela reportagem! Muito legal mesmo e realmente instiga a conhecê-la melhor… só faltou dizer quando poderemos encontrá-la nas concessionárias.

  5. caramba!!! 700 cc e pode fazer 33 km/l, muito bom.

  6. Excelente matéria! E pelo visto a NC700x vem para tomar um espaço junto aos consumidores. Qnd teremos disponivel nas lojas? Abs

  7. fernando peres

    linda moto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>