BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Avaliações / Kasinski Mirage 650 … avaliamos!

Kasinski Mirage 650 … avaliamos!

A Kasinski oferece ao mercado brasileiro a Mirage 650, uma moto custom de média cilindrada moderna e atrativa em todos os aspectos.

Ela é fabricada pela Hyosung, produtor de motocicletas desde 1978. A partir de 1979, iniciou-se uma parceria técnica com a Suzuki Motor Corporation of Japan.

A Mirage 650 vem com várias peças cromadas, quadro e rodas pretas, garfos invertidos, painel digital, transmissão por correia dentada. Tudo com um bom nível de acabamento.

Com um design claramente inspirado na Harley-Davidson V-ROD, a Mirage 650 foi apresentada no salão de Milão em 2003 pela Hyosung, hoje é vendida nos exigentes mercados americano e europeu. Ela chama a atenção por onde passa e muitos perguntam sobre a moto e se surpreendem com o porte, principalmente seu comprimento.

Seu painel tem uma aparência simples, porém completo, conta com velocímetro digital, relógio, odômetro parcial, temperatura, marcador de combustível e luzes espia.

As pedaleiras avançadas correspondem de maneira perfeita à posição do guidão, não deixando as costas arqueadas e nem as pernas esticadas para os meus 1,84m.

O conforto no banco do piloto é médio para trajetos longos, mas a garupa não tem o mesmo privilégio. Minha garupa disse que a moto é desconfortável como uma moto esportiva, graças à falta de apoio para as costas e a posição elevada das pedaleiras que deixam as pernas muito dobradas.

» Na cidade

A primeira vista você torce o nariz ao pensar em rodar no trânsito caótico de São Paulo com a Mirage 650.

Em vias rápidas como as marginais e grandes avenidas, ela não “enrosca” nos carros, mas em congestionamentos das vias secundárias, você pode ter problemas. Claro, ela é comprida, esterça pouco e o calor do motor incomoda nos dias mais quentes, isso não é um demérito e sim uma característica de uma moto custom, longa, feita principalmente para rodar em auto-estradas em boas condições.

» Na estrada

Neste ambiente, a Mirage 650 parece um barco, longa, centro de gravidade baixo, pernas adiantadas, braços relaxados e a moto vai navegando no mar de asfalto. Puro deleite e curtição.

As curvas de longo raio são contornadas de maneira rápida e segura graças à boa calibragem da suspensão e à utilização de pneus esportivos 120/70-ZR-18 na dianteira e 180/55-ZR-17 na traseira.

Já as estradas de serra, com suas curvas fechadas, requerem atenção para não raspar as pedaleiras. Atenção também é necessária em curvas com asfalto em mal estado, onde a suspensão traseira não consegue copiar bem as imperfeições.

» Consumo de Combustível

Durante a avaliação, a média de consumo geral nos 975 km rodados ficou em 17 km/l, sendo que na cidade a Mirage 650 rodou em média 18 km/l e nas estradas 16,5 km/l e, com seu tanque de 16 litros, conseguimos uma autonomia teórica de 272 km. Uma boa marca.

» Desempenho

O motor, de exatos 647 cm³, 2 cilindros em “V” e 8 válvulas arrefecido a água, mostra disposição para trabalhar em médios e altos giros como uma moto esportiva. A ausência de vibração mesmo com a moto parada é muito bem vinda, mas o motor se mostrou um pouco ruidoso no funcionamento.

Sua potência máxima de 80,7 cv a 9250 rpm e torque de 6,90 kgf.m a 7250 rpm, empurram seu corpo para trás nas acelerações passando uma boa sensação de força.

Em baixa rotação, mostrou alguns buracos na aceleração mesmo contando com injeção eletrônica, obrigando-nos a reduzir marchas com certa frequência.

» Câmbio

O câmbio de 5 marchas com engates precisos da Mirage 650, está bem escalonado para a maioria dos estilos de pilotagem e está bem “casado” com a performance do motor.

O ideal seria existir uma sexta marcha “over-drive”. Em várias ocasiões foi buscada a sexta marcha, inexistente, e sua criação deixaria o motor trabalhar em menor rotação e melhoraria o consumo de combustível.

» Suspensão

A suspensão da Mirage 650 faz ela parecer um ônibus de viagem com suspensão a ar. Na estrada, a moto parece flutuar. Nas curvas, a suspensão invertida com regulagens na dianteira não decepciona, já o traseiro bi-choque ajustável na compressão, chega ao final de curso quando carrega um garupa e não copia bem o asfalto em más condições.

» Freios

Discos duplos de 300 mm mordidos por pinças de pistão duplo na dianteira passam confiança. O disco traseiro de 220 mm com pinça de dois pistões oferecem um bom controle e tato para os pilotos experientes ou mesmo iniciantes.

» Resumo «

É uma moto que lhe proporciona um passeio agradável por muitos quilômetros e atrai espectadores por onde você passa.

Se você procura uma custom média com apelo esportivo, visual moderno e preço atrativo, encontra na Kasinski Mirage 650 uma opção.

Ficha Técnica

DIMENSÕES E PESO

  • Comprimento Total 2.430 mm
  • Largura Total 890 mm
  • Altura Total 1.155 mm
  • Distância entre eixos 1.665 mm
  • Distância livre do solo 160 mm
  • Peso a seco 214 kg
  • Altura do assento 675 mm

MOTOR

  • Tipo DOHC, 4 tempos, 2 cilindros em “V”, 8 válvulas
  • Refrigeração Arrefecimento a água
  • Capacidade volumétrica 647 cm3
  • Diâmetro do cilindro 81,5 mm
  • Curso do cilindro 62 mm
  • Alimentação Injeção eletrônica
  • Potência Nominal 73,4 cv / 9.250 rpm
  • Potência Máxima 80,7 cv / 9.250 rpm
  • Torque Máximo 6,90 kgf.m a 7.250 rpm
  • Lubrificação Bomba de óleo

TRANSMISSÃO

  • Câmbio5 velocidades
  • Transmissão final Correia dentada de fibra de carbono
  • Partida / Tipo de ignição Elétrica
  • Embreagem Multidiscos banhados em óleo
  • Acionamento da embreagem Manual
  • Bateria 12 V / 12 Ah

ESTRUTURA / CHASSI

  • Rodas de Liga leve
  • Freio Dianteiro Duplo disco, com acionamento hidráulico
  • Freio Traseiro Disco, com acionamento hidráulico
  • Pneu Dianteiro 120/70 – ZR – 18
  • Pneu Traseiro 180/55 – ZR – 17
  • Suspensão Dianteira Telescópica invertida com regulagem (Up Side Down Fork)
  • Suspensão Traseira Balança bi-choque ajustável

CAPACIDADES

  • Capacidade do tanque de combustível 16 litros – gasolina
  • Óleo do motor sem troca de filtro (ml) 3.000
  • Óleo do motor com troca de filtro (ml) 3.200
  • Óleo do motor, primeiro enchimento (ml) 3.400
  • Óleo da suspensão dianteira (cm3) 420

OUTRAS INFORMAÇÕES

Sobre Claudinei Cordiolli

Analista de Negócios formado pela Unibero, empresário no ramo de ERP´s para o setor Imobiliário. Participação em diversas provas de Enduro no final da década de 1990 e início dos anos 2000 mudou para a pilotagem esportiva onde continua pilotando (mas não competindo) até hoje. Apaixonado por Fotografia fez trabalhos para diversos sites e para o Jornal Diário de São Paulo. Hoje faz fotografia esportiva para a Taça São Paulo de Supermoto e trabalhos de freelancer. Atual colunista do site Motonauta para a seção de Avaliações e alguns editoriais sempre apresentando ao público sua opinião sem ter o "rabo preso" com nenhum fabricante ou marca.

Além disso, verifique

Kawasaki Versys 1000 é diversão garantida

Há uma coisa estranha acontecendo na categoria de moto aventura. Toda a categoria foi criada ...

43 comentários

  1. Thiago Simões de Vasconcelos

    Caros colegas Mirageiros boa tarde…

    Estou a comprar um belo exemplar da Mirage 650 2011 com 5.000Km, estou ansioso para sentir o prazer de andar nesta moto, já tive Galo, Virago e agora vou para a Mirage pelo belo custo beneficio apresentado. Antes desta opção busquei, pesquisei e analisei diversas opiniões de proprietários e fiquei satisfeito e encorajado para adquirir a minha.

    Após pega acredito que vá demorar uns 10 dias, volto para dar meu depoimento.

  2. JORGE LUIZ NASCIMENTO

    Sou proprietário de uma Mirage 650 2010/2011.Fantástica,linda,veloz,econômica,confortável o que não presta e a manutenção, estou com um problema no painel de instrumentos esta na garantia e a montadora não resolve, o 0800 da montadora não funciona, não existe um canal aberto desta para solução de alguns problemas. gostaria de saber onde consigo o nome Kasinski do tsnque se alguem souber informe.

  3. Troco a marcha de 4 para quinta a mais de 180km/ h. Nao precisa a 6

  4. Minha Mirage 650 ficou pronta, o problema foi um curto ocasionado no punho (botão corta-corrente). Mas vou seguir a orientação do Aníbal e engrossar o fio do positivo da bateria, pois, realmente ela aquece demais o motor andando na cidade, onde a ventuinha não dá conta. Talvez eu coloque uma ventoinha auxiliar para ajudar. Muito boa a moto.

  5. Comprei uma Mirage 650, realmente é uma moto muito bonita e forte, anda muito bem, inclusive ela é muito mal educada e não respeita velocidade, andando a 120 km/h, mesmo em subidas, se não prestar atenção acaba andando a 140 ou 150 km/h. Muito boa e econômica (19 a 23 km/l). Só estou com um problema que ainda não resolvi, andando na cidade, do nada a moto apagou literalmente, tanto o painel como o motor. Parei e procurei o defeito, onde descobri um fusível queimado. Troquei, porém a moto não pegou mais, o painel fica em “CHe” e não sai disso. Estou levando a uma autorizada para ver o que é. Se alguém tiver um diagnóstico, fico grato. Mas mesmo assim ainda estou feliz com a moto.

  6. Engrossar fio positivo que vai bateria ao terminal . Todos problemas sera solucionados

  7. Cara é estranho…não sei o que vcs andam fazendo com a moto, pq a minha não deu problema com absolutamente nada…só troquei óleo e combustível…é sorte mesmo então…

  8. Márcio Abreu

    Estava decidido em comprar uma mirage 650cc, principalmente pela relação potência torque e preço, mas agora, depois de ler mais derrotas do que vitórias dos seus respectivos proprietários, vou correndo comprar uma midnight pq já tive yamaha e é marca nacionalmente reconhecida, boa até pra vender depois.

  9. Moto, Carro, Mulher é sorte…

  10. Seguro da Kasinski 2012 sai em torno de R$1.500,00 e da 2011 R$1.200,00.

  11. gostaria de saber qto custa o seguro dessa moto?????

  12. Estou com minha mirage 650 a seis meses e não tenho reclamações,a unica coiza é que meu painel deu problemas, mas a garantia trocou,existe uma modificação elétrica simples na bateria que resolve qualquer problema elétrico postado na moto.com,basta colocar um fiu adicional, esta moto porem só pode ser abastecida em postos de confinça pois qualquer alterações no combustivel podem provocar variaveis.
    Agora problema toda moto dá! tenho 1 colega que tem a shadow nova e esta arrancando os cabelosna concessionária de problemas , outro esta com 3 semanas na concessionária aquardando peças, essa motos quando dão para dar problemas é um parto, mas o que vale a pena na Mirage é o preço , a garantia e a velocidade!mas é bom lembrar que estou em são paulo e aqui tem concessionarias pra todo lugar e as peças estão por ai agora quem esta longe com poucas concessionarias sei lá!

  13. Pedro Jorge

    Galera estou pensando em mudar o estilo que estou com medo de comprar esta moto ! comercio ruim ja imaginava, mas estes defeitos não, e a garantia ? dizem ter 3 anos, sera que não vale a pena

  14. Os fóruns são ferramentas importantes para colher informações, contudo, também concordo que algumas opiniões deixam em dúvida sobre a realidade, pois, fica evidente que o propósito de alguns é somente malhar. Então devemos analisar com certa reserva. Tenho uma Transalp 2011 que é uma excelente moto, mas que pretendo vender em razão de mudança no estilo e estou analisando o mercado das custons, entre elas a Mirage 650. Abraço a todos.

  15. Paulo Marques

    Tenho uma mirage 650, moto anda muito na estrada mas na cidade após certo tempo (uns 8 a 12 km) no trânsito no anda e para + farol começa a variar a marcha lenta tipo cai o giro, então começa a morrer depois de 2 ou 3 partidas fica acelerada, já foi para concessionária 2 vezes. Na primeira não fizeram nada disse que não apresentou problemas, na 2 limparam os bicos, me cobraram r$400,00 e ficou a mesma porcaria, se fosse bico a Moto apresentaria o problema quando estivesse fria não só depois de 8 a10kms e o pior que depois que começa a dar o problema só melhora depois que parar e esfriar. Mais e como eu disse anda muito e muito confortável, mas to cabrero não posso levar em outro Mecanico se não perco a garantia.
    E então alguém pode me ajudar

  16. Tenho uma miragem 650 ja esta com 10 mil e ate a gora esta tudo foncionando em perfeita condiçoes a moto e muito confortavel e estou muito satfifeito com ela .

  17. Paulo Roberto dos Santos

    Bem, sorte sua! Comprei a minha MIRAGE 650 em abril de 2011. No mesmo dia a moto já deu problemas, moto falhando o tempo inteiro. Ficava acelerando o tempo todo do nada. Uma vez chegou a fazer 3 km/l de tão desregulada que ficou de uma hora para a outra. A concessionária (ACERTE MOTOSde PORTO VELHO/RO) já devia estar cansada de tanto ver essa moto lá. De lá para cá foram 10 O.S. e a moto sempre apresenta os problemas pouco tempo depois. Resultado: Estou entrando na JUSTIÇA, quero meu dinheiro de volta. Já cheguei a cair com a moto em uma dessas falhas. E para finalizar, o dono da concessionária se negou a entregar a última O.S. onde a moto ficou mais de 2 semanas lá, e os espertinhos ainda entregaram as outras O.S. todas erradas com data de entrada igual a data de saída. Mas deixem eles. AGORA É JUSTIÇA NELES! e KASINSKI NUNCA MAIS!

    Quem quizer mais detalhes: paulobh@live.com
    ou: http://www.facebook.com/profile.php?id=100003129833623

  18. Edmilson cure

    Ola galera, pelo s comentários lidos percebe-se que existe todo tipo de opiniões , legal,…
    Comprei uma mirage 650′, estou com problemas quando a moto esquenta, sua acelera fica alterando o seu funcionamento, aumenta e baixa , uma oscilação para ser mais direto e parando o seu funcionamento, acho que não seja problemas elétricos e sim mecânicos, porém só amanha estarei tirando minhas duvidas….
    Porém em alta e uma maquina, desfila nas BRs, até o momento não me arrependi de ter adquirido uma mirage 650…..
    Casoalguem tenha uma miragem e deseje trocar informações ….
    Edmsilon_cure@hotmail.com
    Feliz Natal

  19. Lamentavelmente informo aos participantes do post de comentários que a exemplo de páginas dedicadas a discussões foi revelado que grupos de indivíduos, não se sabe o motivo entram nos posts, muitas das vezes a mesma pessoa utilizando nomes diferentes para tentar denegrir a imagem do produto. Os serviços oferecidos pela Kazinski motos são uma alternativa para motociclistas que desejam sair da monotonia ou da falta deinovação: William: cliente Kazinski a 9 anos.

  20. acabei de fazer negocio numa mirage 650 10/10 troquei por uma mirage 250, estou assustado com os comentarios pretendo viajar nela para bahia em março alquem pode me dar uma luz será que eu chego la sem problemas, alquem ja fez alguma viajem longa sem problemas?

  21. Comprei uma moto mirage 650 0km, no dia 01/11/11, hj no dia 01/12/11, não consegui anda ainda com ela, soh deu defeito, estou revoltado com a fabrica q não soluciona, nem troca a moto e nem devolve meu dinheiro, ja entrei no procon, com advogado, estou muito descontente com a moto, se alguem quiser compra-lá não compreque é furada, conheci várias pessoas também que tiveram o mesmo problema, não tenho uma resposta da fabrica nada.

  22. Mário César

    Boa tarde a todos! Será que alguém sabe me infromar qual a marca de bateria e em que loja posso encontrar a bateria de 18 Ah que caiba no lugar da original da Mirage 650? Desde de já agradeço a participação de todos aqui nesta troca de informações.

  23. Mário César

    Anibal, tenho uma moto igual a sua com apenas 2.800km, e tb estou com os mesmos problemas, aquecimento e logo em seguida a bateria fica sem carga. Qual a marca da bateria que conseguiu para que coubesse no lugar da original? Foi preciso pazer algum corte no suporte para coloca-la? Se nao for abusar me diga tambem onde comprou, pois estou precisando. Abraço

  24. Para evitar problemas com sua mirage 650cc faça como eu que fui aconselhado por um mecânico da marca troque a bateria e o filtro de óleo por produtos de qualidade isso vai evitar muitas dores de cabeça.

  25. * Equipe MOTONAUTA

    ola Jayme

    A titulo de respeitar a verdade, nós da redação nunca tivemos noticia sobre essa questão. Vamos apurar !

  26. Ontem comprei uma 650 2011/2011…

    Lendo os tópicos, me preocupou a afirmação de que o guidon é fixado em apenas 2 parafusos que não suportam a força em decorrência da pilotagem, podendo se soltar…

    Isso aconteceu? alguém tem notícias de acidentes ou mesmo quebra desses parafusos??

  27. Senhores… motocicleta é que nem cueca velha… cada um vai ter os pros e contras…

    já tive 2 mirages 250cc e agora estou com a 650cc não me arrependo em nada…

    claro se quiser vender que nem muitos usuários que compram para aparecer e depois enjoam e vendem… vou perder dinheiro….
    se não quiser procurar peças fora das concessionárias vou pagar fortuna.. pois a Kasinski enfia a faca nas peças….
    se vou depender 100% dos mecanicos e nunca aprender nada sobre minha moto .. vou ficar na mão de picaretas que se dizem mecanicos…

    senhores… para mim a mirage 650cc com mais de 10.000 Km rodados em 6 meses está espetacular.. problemas ela teve sim .. insignificantes comparados com o prazer que ela me proporcionou nestes 6 meses…

    como disse no inicio.. existem os pros e contras… mas isto é em todas…

    Se quero o comum.. fico com Honda ou Yamaha… se quero algo que ninguem tem… arco com alguns calos no caminho…

    sucesso e boas estradas a todos…

  28. Tenho uma 2011 vermelha tirada okm, esta com 12.000km
    viajo bastante de Porto Alegre ao Uruguai (Rivera). Começou a dar varios problemas, super aquecimento, nao ligava, uma merda, descobri que sua BATERIA ALEM DE 5 CATEGORIA é 12ah, troquen,troquem troquem…… botem fora a bateria route e co´prem uma de no minimo 18ah, a bateria original nao tem capacidade de tocar sua refrigeraçao apleno e toda moto vira uma porcaria, troquem essa bateria Route de quinta por uma boa e tudo se modificara.

  29. Ladir Antonioli

    Gostaria de perguntar ao Senhor Ramos o porquê de ter adquirido a moto, uma vez que demonstrou tanta expertíse. Seria, talvês, porque as outras marcas e modelos tem problemas também?

  30. Lotario Braun

    Gostaria de saber o que mudou na mirage 650 desde 2008

  31. Já estava convicto de que a minha próxima moto seria esta, mas confeço que após ter lido estes comentários fiquei bem balançado. Desanimado. Triste. um abraço.

  32. Olá, motococlistas. Comprei uma mirage 650 que hoje esta com 3300 km. É uma beleza de moto. Viajei com ela e nunca tiva problemas. Estou realmente satisfeito, além de pagar um seguro barato. É isso aí. gd abraço!!!!

  33. Eduardo Augusto

    Também estava pensando em comprar uma Mirage, mas pelos relatos acho que vou esperar mais uns cinco anos. Até lá, vou me divertido de Boulevard 800.

  34. Tenho uma Mirage 250 e estou querendo fazer um up para pegar a 650, mas estou com um pouco de receio, pois, vejo muitos relatos de problemas, mas como foi citado em cometario anterior todas as marcar podem aparecer defeitos e demoras em atendimentos na reposição de peças, coisa que já vi acontecer, então acho que o negocio é ter muita SORTE em qual quer marca que vc escolher…

  35. Olá, tudo bem?

    Quero comprar uma custom de médio porte e estou entre
    a Shadow 750, a Midnight 950 e a Mirage 650.
    Já esperimentei as três e pelo preço a Mirage me agradou mais. Não quero uma moto para trabalhar, quero apenas para curtir nos fins de semana com a minha esposa.

    Sugestões? Muito obrigado.

  36. sergio valle

    Olá, para vocês que já têm a mirage 650, gostaria de saber se o painel é de fácil leitura quando está sol. Obrigado.

  37. Estou comprando uma Mirage 650, gostaria das opiniões, quanto a consumo, estabilidade, velocidade final. pretendo fazer uma viagem pela américa latina.

  38. Sydnei…Retirei a moto da concessionária depois de quase 20 dias parada. Disseram que foi o estator e o chicote. Beleza. Só que: o relógio que marca as horas do painel continua não funcionando; a buzina parou de funcionar e apareceu uma mancha amarela no escapamento, que me pareceu defeito na cromagem. É isso. Comporei uma Kasinski.

  39. A MOTO É REALMENTE INCRÍVEL E CONFORTAVEL, TEM UM RENDIMENTO EM VIAGENS FORA DO NORMAL NAO CANSA.

  40. Toda moto nova é uma maravilha, depois com o tempo a gente vai descobrindo os problemas de projetos escondidos.

    Tenho uma Mirage 650 desde 2008 e agora, toda semana aparece um coisa nova.

    Querem saber quais? Vamos lá então:

    1- Com o tempo vão aparecer vazamentos de combustivel devido a rachaduras na base do tanque de gasolina. (Problema crônico muito conhecido e comentado em muitos sites estrangeiros)

    2- O parafusos de fixação das peças se soltam ou se quebram.

    3- (O mais perigoso de todos) O guidão é fixado na mesa somente por dois parafusos. Esses parafusos não suportam o efeito Alavanca sobre o guidão e se quebram, vc corre o risco de fica com o guidão completamente solto nas mãos, a 120 Km por hora, por exemplo.

    4- O motor da ventoinha do radiador é motor com escovas e não tem boa vedação contra umidade. A decadas não se usa mais motores com escova em ventoinhas. Essas escova gastam facil e travam o motor. Vc só descobrirá isso quando a moto super aquecer, correndo o risco de empenar o cabeçote.

    5- Os parafusos que prendem o suporte do escape ao quadro não suportam o peso da ponteira do escapamento e com o tempo quebram, forçando a solda do cano de descarga a quebrar também.

    6- Minha trava do guidão simplesmente sumiu, soltou-se a caiu sem eu perceber.

    7- As peças de plasticos cromadas são de baixa qualidade, assim que vc tentar retirar alguma, corre o risco de quebrar as linguetas de encaixe.

    8- A kasinsky nunca tem as peças de reposição que vc precisa. E quando tem, custam um absurdo. Eu compro essas peças originais em sites na Coréia por preços ridiculamentes baixos.

    9- Tente dar sua Mirage 650 como parte de pagamento para comprar outra outra moto ou até outra Mirage 0Km. Nem as concessionarias da Kasinsky aceitam isso. É uma moto muito dificil de passar adiante.

    E por ai vai.

    Ramos

  41. Caro Rodney,

    Não tenho uma, mas já tive uma Mirage 250.

    São excelentes motocicletas. Existem em todo o mundo. Creia, as Honda, Yamaha, Suzuki, Kawasaki, Harley, BMW, e outras, também dão problemas e muitas vezes são difíceis de reparar, sem contar no alto custo e na falta de peças também.

    A diferença maior é o número de assistências técnicas, mas até nelas há as boas eas más, há os bons e os maus mecânicos, portanto não se apegue a isso não. Logo estará com sua moto de novo e curtirá muito, tenho certeza.

    Bons passeios e cuidado.

  42. Bom…estou encantado com a moto, tenho uma vinho também. Dia 38/03 fui fazer a revisão de 1000 km, quando saí da concessionária, peguei a estada…rodados 60 km mais ou menos, o motor apagou e foi apagando até eu desistir e chamar o guincho. Achei que fosse gasolina suja, não era…Injeção eletrônica. está na concessionária e eu aguardo notícia. Estou começando a me decepcionar e a me perguntar: Porque não comprei uma Shadow ou uma Boulevard? Vamos ver se acertei ou errei.

  43. Tenho uma cor vinho, recomendo é otima mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *