BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Editorial / Moto-Bullying ou Motofobia ? … Preciso de um advogado !

Moto-Bullying ou Motofobia ? … Preciso de um advogado !

Pois é … vamos primeiramente às definições :

1 – O que é bullying?

Bullying é um comportamento consciente, intencional, deliberado, hostil e repetido, de uma ou mais pessoas, cuja intenção é ferir outros.  Bullying pode assumir várias formas e pode incluir diferentes comportamentos, tais como:

  • Violência e  ataques físicos
  • Gozações verbais, apelidos e insultos
  • Ameaças e intimidações
  • Extorsão ou roubo de dinheiro e pertences
  • Exclusão  do grupo de colegas

Bullying é uma afirmação de poder através de agressão.  Suas formas mudam com a idade: bullying escolar, assédio  sexual, ataques de gangue, violência no namoro, violência conjugal, abuso infantil, assédio  no local de trabalho e abuso de idosos (Pepler e Craig, 1997).

“Bullying não está relacionado a raiva.  Não é  um conflito a ser resolvido, tem a ver com  desprezo– um forte sentimento de desgostar de alguém  considerado como sem valor, inferior ou não merecedor de respeito.  Este desprezo  vem acompanhado por  três aparentes vantagens psicológicas  que permitem que se machuque os  outros sem sentir empatia, compaixão ou vergonha: -um sentimento de poder,  de que se tem  o direito de ferir ou controlar outros;  uma intolerância à diferença;  e uma liberdade de excluir, barrar, isolar e segregar outros” (Barabara Coloroso, `The bully, the bullied and the bystander`)

(*)Texto retirado de um link do site http://www.bullying.org/

2 – O que é motofobia ?

Motofobia é o medo, a aversão ou o ódio irracional aos motociclistas, àqueles que têm como opção de transporte a motocicleta. É a causa principal da discriminação e ações contra motoboys, motofretistas, motoqueiros, motociclistas, scooteristas, cubistas e todo e qualquer individuo que conduza um veiculo de 2 rodas motorizado.

A motofobia pode ser expressa de modo velado através de atitudes, leis e comportamentos preconceituosos, e envolvem a discriminação, por exemplo, na relação de um emprego, uso de espaços públicos, taxações, cobrança de impostos, taxas de financiamento diferenciado, seguros abusivos, etc. A atitude motofóbica inevitavelmente leva à injustiça e à exclusão e, à exclusão social de quem a sofre.

(**) Composição feita por mim; baseada nas definições obtidas na internet sobre homofobia.

[ ]´s

Pois bem … definições apresentadas, gostaria de ter um advogado que tivesse “coragem” de entrar com uma ação contra o Estado baseado nestas.

Digo “coragem” pois, com os que eu falei, simplesmente falaram que não chegaríamos a nada, que ficaria com problemas por ir contra a figura do Estado, e outras desculpas mais.

Sinto realmente que esteja sendo discriminado de forma clara e não velada. Vejo vários projetos de lei sendo apresentados com bases tão solidas quanto uma rodada de truco.

Não posso parar frente a repartições publicas, bancos, escolas … não posso usar a área de zona azul, sendo enviado a bolsões de tamanhos reduzidos … não posso andar com viseiras escuras, mas os carros podem ser filmados … sou tratado como um cidadão de segunda por portar capacete e usar roupas apropriadas, e assim ser convidado a usar os elevadores de serviço … não posso mais passar pelos carros pois fico humilhado a ver que estão fechando rapidamente os vidros … nos poucos carros que não tem películas escuras meu coração parte ao ver uma mãe ralhando com seu filho por conta de me ter acenado … enfim, não posso me calar !

Gostaria de saber por que tanta movimentação contra a motocicleta e a nós motociclistas? Balas perdidas, álcool, câncer, latrocínios, coração, estresse, AIDS, hepatite C, pedalar, andar, respirar, fumar, até receber salário mínimo são alguns dos fatores que podem fazem as pessoas morrerem … porque não posso morrer sossegado? … de velhice seria uma graça divina … de moto seria apenas mais uma fatalidade.

Porque não aparecem projetos reais sobre formação de condutores, elaborados e tecnicamente viáveis? … isso tanto para motociclistas bem como para motoristas.

Porque não existe um projeto de lei, já que gostam tanto de impor, que imponha aulas de transito nas escolas publicas e privadas? … Somos antes de qualquer coisa pedestres; ninguém nasce montado ou sentado em um veiculo qualquer.

Porque não se preocupam em buscar aqueles que subtraem a economia popular e o patrimônio do Estado ? … nestes, os homens e os políticos de boa fé irão encontrar os recursos aos verdadeiramente necessários projetos !

O trânsito não é um palanque privado ou estatal, é sim um problema social !

Finalizando, peço desculpas mas vou me repetir :

“Se esse tipo de ação continuar sem alguma resposta, não estaremos longe de ver a proibição definitiva da fabricação, importação e venda de motocicletas no Brasil.

ALÔ senhores fabricantes … ACORDEM …

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Postura e Movimentos que tornam seu pilotar melhor

Dia 20 de maio deste ano, me vi em uma situação inimaginável dentro de meu ...

12 comentários

  1. * Equipe MOTONAUTA

    Claudio

    você falou tudo … muito obrigado pela participação !

    boas festas

  2. Claudio Musumeci

    Tadeu

    Estes caras existem mesmo, na aquisição da minha primeira moto depois de velho me ofereceram trazer dos USA aqueles sacos plásticos de transportar morto para que eu levasse comigo na moto.Se alguém já acompanhou a morte por doença, sabe que é tão sofrida como qualquer outra.Alegar perigo é alegar desconhecimento.Eu corro o risco que quiser e ninguém tem nada com isto.
    Parabéns pelo seu texto

    Claudio

  3. André Garcia

    O advogado que fez essa afirmção: “Digo “coragem” pois, com os que eu falei, simplesmente falaram que não chegaríamos a nada, que ficaria com problemas por ir contra a figura do Estado, e outras desculpas mais.”
    Não é advogado!
    É normal processar o Estado! O que falta é a tipicidade penal. Não há crime se não estiver prescrito em lei.
    Exemplifico: Artigo 121: Matar alguém….pena….
    O correto seria Mandado de injunção: remédio constitucional posto à disposição de quem se considere titular de qualquer daqueles direitos, liberdades ou prerrogativas inviáveis por falta de norma regulamentadora exigida ou suposta pela Constituição (CF/88, Art. 5º, Inc. LXXI).

  4. Pois é pessoal, já passei por isso também, uso minha HD para me locomover o dia todo e em alguns locais que costumava estacionar na rua, simplesmente não aceitam mais motos. Estacionamentos então…Quando aceitam, cobram o valor de um carro e querem que coloque no famoso “cantinho”. Já arrumei briga por isso, usei a vaga de um carro. E como disse meu amigo Haroldo,os políticos só lembram de nós na hora de aumentar a arrecadação….

    Grande abraço

    Portuga
    Coyote Bikers MC

  5. Daniel Turiani

    No próximo encontro de motos clássicas (Pateo do Colegio), pretendo levar nem que seja uma folha de A4 me manifestando contra a Controlar. ALGUÉM MAIS TEM CORAGEM OU VAI FICAR SÓ LAMENTANDO? Graças a essa lei idiota, mesmo eu querendo pagar meus documentos em dia e todas as taxas devidas ao governo, vou ter que ir até lá escondendo a placa para não ser multado, como se fosse um ladrão!
    Vamos parar de chorar e agir, senão estamos próximos do fim.
    João e Haroldo, vocês tem voz ativa nos grupos que frequentam! Vamos juntar o pessoal e fazer algo!
    Abraços!

  6. A verdade é uma só, esse governo não sabem mais o que fazer para tirar dinheiro de nossos bolsos. Ainda se esse dinheiro fosse revertido para alguma coisa, como saúde ou educação.
    Nos vemos pagando impostos ou leis absurdas como a controlar(que não serve para nada), ou um selo no capacete.
    Enquanto não fazemos nada, para reverter isso, o governo faz o que quer.

  7. ALVARO TAVARES

    eu escrevi um e-mail com o titulo “uma tentativa” mas gostaria que nao ficasse neste corre corre de e-mails e sim que tenhamos uma atitude. sou uma pesoa lutando contra a injustiça sozinho, minha 500f esta parada porque me neguei a pagar para fazer controlar e nao vou pagar.Mas quem esta se fu!!! eu que etou sem docs, o resto dos motociclistas dizem amem pagam e vc que se foda, infelismente essa e a nossa classe. Me da vergonha um bando de 50 e sessentoes deixando um pais de merda para seus filhos.
    atenciosamente: Alvaro Tavares (toné)

  8. Haroldo Gonçalves

    Excelente João esta na hora de fazermos alguma coisa.
    Estes políticos e administradores de meia tigela.
    Por muitas vezes tentamos esquecer-nos deles, mas continuam nos lembrando.
    As soluções maravilhosas que aparecem se retirarmos as motos, carros caminhões das ruas o transito não vai melhorar, as pessoas continuam ai com suas necessidades provavelmente o congestionamento vai ser de carroças e cavalos.
    Acho como estamos sendo limitados por todos os lados deveríamos ter descontos em IPVA e baixar este ridículo seguro obrigatório que pagamos mais para ter menos.
    Novamente excelente, parabéns.

  9. Philipe Cardinali

    Ja passou da horas de NOS, motociclistas convictos, unir forca e cobrar nossos direitos, afinal, nossos deveres nos sao cobrados (e bem caro).
    abs e parabens pela materia.

    Philipe “Chefia” Cardinali

  10. Andrés Meier

    Bem escrito senhor João, sou seu fã incondicional…

  11. Maravilha, João Tadeu. Meus parabéns pela concisão e clareza, ótimo texto e posicionamento. Conte comigo, Basta de Motofobia!

  12. Thomaz Pavani

    Parabéns pelo texto. Não és o único, e fico feliz que também não sou o único revoltado com esse quadro que existe hoje em nosso País.

    Ninguém, NUNCA irá me calar. Não deixarei jamais de ter minha liberdade.

    NUNCA VÃO NOS CALAR.

    Grande abraço.

    Thomaz Pavani
    Nômade M.C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>