BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Mercado e Segurança / Motocicletas mantêm índices abaixo de 2011 em vendas e produção

Motocicletas mantêm índices abaixo de 2011 em vendas e produção

Em agosto, a retração da produção chegou a 18,2% e das vendas no atacado 16,1%, em relação ao mesmo mês do ano passado. No segmento de bicicletas, no entanto, a produção anual cresce 20%

O segmento de motocicletas continua registrando índices inferiores aos de 2011, com relação a vendas no atacado, produção e emplacamentos. De acordo com dados divulgados pela ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, em agosto, foram produzidas 178.084 unidades, ante 217.642 do mesmo mês do ano passado, correspondendo a uma queda de 18,2%. As vendas no atacado retraíram 16,1%, totalizando 170.868 motocicletas ante as 203.711 unidades de igual período de 2011.

No acumulado de janeiro a agosto, os volumes continuam menores do que os registrados no ano passado, quando foram fabricadas 1.456.624 motocicletas. Neste ano, a produção totalizou 1.221.811 unidades, uma queda de 16,1% – ou seja, deixaram de ser fabricadas 234.813 unidades. As vendas no atacado apresentaram redução de 17,4%, com 1.154.918 motocicletas diante das 1.398.446 unidades comercializadas em igual período de 2011.

Neste último mês, foram produzidos 178.084 veículos contra 75.837 de julho, o que corresponde a um salto de 134,8%. As vendas no atacado totalizaram 170.868 unidades contra 86.757, um aumento de 97%. Todavia, é preciso considerar neste comparativo que houve extensão das férias coletivas programadas pelas fábricas para julho e, com isso, os índices de produção e vendas no atacado daquele mês foram bem reduzidos, criando uma base de comparação atípica, que resulta nos aumentos discrepantes dos volumes de agosto.

“A comparação entre agosto de julho deste ano não reflete a realidade do segmento de motocicletas no país. Os números continuam em queda com relação ao ano anterior, seja na análise mês a mês ou no acumulado do ano. Apesar desse crescimento em produção e vendas internas de julho para agosto, as vendas ao consumidor final ainda estão estagnadas”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo. A restrição ao crédito, que reduz a liberação de financiamentos, continua sendo o principal fator de queda nas vendas, segundo o dirigente.

Os negócios no varejo comprovam a retração do mercado de motocicletas. De janeiro a agosto, foram emplacadas 1.127.622 motocicletas, enquanto no mesmo período do ano passado os emplacamentos envolveram 1.259.835 unidades – houve, portanto, uma redução de 10,5%. Ao comparar agosto deste ano com o mesmo mês de 2011, a queda fica ainda maior, chegando a 22,5%, já que foram licenciadas 140.620 unidades contra 181.539 unidades. Em relação a julho deste ano, quando foram emplacados 138.472 veículos, o mercado permaneceu praticamente estagnado, com acréscimo de apenas 1,6%.

Julho: Bicicletas em alta

No segmento de bicicletas, a produção no Polo Industrial de Manaus (PIM) cresceu 20% no acumulado de janeiro a julho, em relação a igual período de 2011, passando de 422.377 unidades para 506.007 unidades. Entre junho e julho deste ano, houve aumento de 23,5%, com a fabricação de 84.722 unidades contra 68.626 unidades. Em comparação a julho do ano passado, quando foram produzidas 77.158 unidades, o crescimento foi de 10%.

As vendas de bicicletas no atacado aumentaram apenas 3% na comparação dos volumes acumulados de janeiro a julho deste ano, em relação aos de igual período de 2011, totalizando, respectivamente, 451.287 unidades ante 436.236 unidades. De junho para julho, a comercialização no atacado cresceu 36,3%, passando de 61.447 unidades para 83.753 unidades. Em relação a julho do ano anterior (63.091 bicicletas), o aumento chegou a 33%.

Já as importações de bicicletas nos primeiros sete meses deste ano totalizaram 162.941 unidades, volume praticamente igual a período similar ao de janeiro a julho de 2011 (162.469 unidades). Em relação a junho (17.834 unidades), houve um aumento de 14,4%, totalizando 20.410 unidades.

MOTOCICLETAS BICICLETAS
Frota Nacional: mais de 19 milhões Frota Nacional: mais de 65 milhões
Produção anual: mais de 2 milhões de unidades Produção anual: mais de 5 milhões de unidades
5º maior produtor mundial 3º maior produtor mundial

***

SD&PRESS Consultoria / Allyne de Antoni

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Abeifa aguarda por liberação de cotas não utilizadas em 2016 e fim dos 30 pontos percentuais

– Setor de carros importados mantém pleito ao governo Temer por liberação de cotas não ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *