BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Nova Kawasaki Versys 1000 … um upgrade para a emoção

Nova Kawasaki Versys 1000 … um upgrade para a emoção

Sua viagem nunca mais será a mesma …

Depois de conhecer a Versys 1000, vão faltar desculpas para ficar em casa e sobrar motivos para pegar a estrada. Motor de desempenho esportivo com ciclística confortável como a de uma touring, aliando ainda, as funcionalidades desejáveis de um modelo que encare as aventuras diárias com autonomia superior.

Reafirmando o compromisso Kawasaki Motores do Brasil (KMB) de trazer para o consumidor brasileiro o que há de mais novo em sua grade de produtos e, pouquíssimos meses após a apresentação mundial do modelo no Salão de Milão, desembarca no país a maxtrail Versys 1000.

Tendo como proposta principal as longas viagens, sua autonomia é inigualável com tanque de combustível com capacidade para 21 litros — são aproximadamente 400 km com apenas um tanque. Seu propulsor oferece desempenho de uma legítima esportiva de 4 cilindros, com o conforto de uma touring capaz de ser pilotada por horas a fio sem se cansar.

Funcionalidade e ciclística para driblar o trânsito diário, bem como para encarar as estradas e suas irregularidades, traz ainda, solução prática e eficiente no parabrisa, que pode ser ajustado a qualquer momento sem a necessidade de ferramentas, bastando soltar com as mãos, as travas que o prendem.

O bagageiro e a alça do garupa são integrados, construídos em alumínio e possuem uma infinidade de possibilidades de uso, desde dar suporte a baús até malas laterais — e a quantidade de bagagem você decide. A robustez de sua concepção permite suportar até 220 kg de carga no total.

Com assento em dois níveis, que acomoda e mantém o piloto no lugar ao acelerar forte nas arrancadas, o garupa poderá desfrutar o visual da estrada do alto de seu posto com toda segurança. Na dianteira, a identidade visual característica do modelo Versys, com o inconfundível farol duplo na vertical.

Para inúmeras e divertidas jornadas

A bordo de uma maxtrail como esta, o cálculo entre uma refeição e outra será em quilômetros não mais em horas, pois será possível tomar o café da manhã desfrutando do visual nublado das montanhas, almoçar ao sol a beira mar e jantar na tranquilidade do interior com suas típicas estradinhas de terra.

A precisão nas mudanças de direção, sua agilidade e facilidade de manobrar provém da estabilidade que o chassi, de tubos duplos em alumínio fundido e de seu subchassi em treliça de aço asseguram. Ele é leve com pouquíssimos pontos de solda, sem perder a rigidez. O vão livre em relação ao solo é de 155 mm.

Como a verdadeira pista de testes está nas ruas, onde nem sempre encontramos a suavidade e perfeição dos pavimentos utilizados em circuitos e todas as imperfeições, buracos e depressões podem surgir num piscar de olhos, suspensões de longo permitem que os usuários contornem as mais distintas curvas com desenvoltura.

Apesar de não ser projetada para o uso off-road, a capacidade de absorção da Versys 1000 permite que o piloto mantenha sua compostura onde outras motos, com ajustes mais rígidos e esportivos, precisariam reduzir a aceleração diminuindo a diversão e o prazer da pilotagem.

Na dianteira um garfo telescópico invertido Kayaba com canelas de 43 mm, possibilitando o ajuste da pré carga da mola e do retorno, enquanto na traseira, um monoamortecedor a gás fixado horizontalmente em balança, ajustável no retorno e na pré-carga da mola, esta sem a necessidade de ferramentas para o acerto fino. Em ambas, o curso é de 150 mm.

Tecnologia na ponta dos dedos

Os comandos que ajustam a parte eletrônica da moto foram colocados ao alcance do punho esquerdo, em um botão seletor de fácil manuseio e utilização intuitiva. Nele há ainda, o botão lampejador de farol e acionador do pisca alerta.

Com os olhos no display digital e o dedo utilizado como num joystick, é possível selecionar o controle de entrega de potência ou PMS (Power Mode Selection) dentre 2 modos diferentes: Full Power, 100% da força do motor ou Low Power, 75% apenas, que aliado ao modo de tração para baixa aderência, transmite mais segurança e estabilidade em dias chuvosos e pisos escorregadios por exemplo.

O som que emana do poderoso 4 cilindros em linha de duplo comando no cabeçote (DOHC) e 16 válvulas denuncia o poder que há em seus 1043 cm³. Alcançando torque máximo de 10,4 kgf. m (102 Nm) a 7700 RPM e potência de 118 cv (86,8 kW) a 9000 RPM, o propulsor é alimentado pela injeção eletrônica, Keihin de corpos ovais com ø38 mm cada.

Em comparação a Z1000, o câmbio de 6 velocidades possui algumas peculiaridades. A primeira e segunda marchas estão mais curtas, otimizando a saída em ruas íngremes e quando a moto está carregada. Além disso, da terceira até a sexta marcha a transferência para as rodas se mostra mais alongada, de modo a privilegiar tanto a economia como uma condução mais esportiva.

Segurança é uma realidade

Oferecida unicamente com freios dotados de sistema ABS de última geração, eficiente em todas as condições e necessidades de pista e utilização, na dianteira ela ostenta disco duplo semi-flutuante de 300 mm em formato margarida, com pinças de 4 pistões opostos, enquanto a traseiro utiliza disco simples de 250 mm em formato margarida e pinça de pistão simples.

O controle de tração 3-Mode KTRC (Kawasaki Traction Control) gerencia o funcionamento da moto e anseio por velocidade do piloto com seus 3 modos selecionáveis. Sensores comparam a rotação das rodas dianteira e traseira em fração de segundos, podendo evitar o chamado “slide” quando a moto desliza e perde aderência em curvas, por exemplo. Indicado para terrenos muito instáveis ou escorregadios, selecionando o modo 3 do controle, a interferência do sistema atinge seu máximo.

Para se ter uma ideia da precisão, são necessários apenas 5 milisegundos para que o sistema faça uma correção na pilotagem, mantendo a condição de aderência ideal ininterruptamente. É possível ainda, desligar toda a interferência do sistema e sentir os limites da moto e da pilotagem.

Completo, moderno e de fácil visualização, o painel de instrumentos apresenta conta-giros com mostrador analógico de 12 mil RPM e moderno display digital, com velocímetro, hodômetro total e parcial A e B, relógio, computador de bordo e função que mostra consumo instantâneo e médio, indicador de pilotagem econômica, trip-fuel (estimativa de distância a percorrer com combustível na reserva), marcador de combustível em barras, indicadores de temperatura do liquido de arrefecimento, seletor do modo de potência (PMS) e modo de tração (KTRC). Além das luzes indicadoras de injeção, ABS e neutro, dentre outras.

O sonho de conhecer o mundo se torna pequeno para quem tem uma Versys. Disponível na cor Pearl Stardust White, a novíssima maxtrail Kawasaki Versys 1000 tem preço público sugerido inicial de R$ 49.990.00 (base estado de São Paulo, sem frete nem seguro).

***

VGCOM / Vanessa Gianellini e Guto Felipe

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Evento inédito reúne gastronomia, as melhores motos do Brasil e muito lazer

Um evento diferenciado no qual o público poderá passar um final de semana divertido e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *