BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Ponteiros tentam manter posto em Chapecó

Ponteiros tentam manter posto em Chapecó

Com três etapas para o fim da Superliga Brasil de Motocross 2012, a briga pelo título das categorias começ a ser definida. Em Chapecó (SC), palco da quarta etapa da competição neste fim de semana (5 e 6), os líderes da MX Pró, MX2, Júnior, CRF 230 e 65cc têm nova oportunidade de manter o posto mais alto da classificação geral e de melhorar a vantagem para os demais colocados.

Imbatível até agora no campeonato com seis vitórias em seis baterias realizadas da MX Pró, o ponteiro Carlos Campano (#115) contém a empolgação. Humilde, o espanhol sabe das dificuldades de manter a série. “Estou me sentindo muito bem com minha moto e equipe. Será complicado continuar com esta sequência de vitórias, pois os brasileiros e o Adam estão atingindo um nível alto. Mas sei das minhas condições e vou focado para a etapa”, comenta o espanhol.

Com a perna dolorida após se machucar durante uma corrida, Campano terá de mostrar superação em Chapecó. “Não sei como me comportarei na pista, se estarei normal ou não. Não pude treinar esta semana, pois precisava me recuperar. Vou com a mesma força de vontade de sempre”, completa.

Na MX2, o paulista Dudu Lima (#2) é quem está na frente com 130 pontos, seis a mais que o vice-líder Thales Vilardi (#27). Já em Chapecó desde o início da semana, o primeiro colocado busca se ambientar rapidamente a cidade. “Estou bastante confiante para a etapa, pois os resultados começaram a aparecer e a equipe tem feito um ótimo trabalho. Gosto da pista de Chapecó. Ontem mesmo fui ao local observá-la. O pessoal da organização já começou a tratá-la e creio que ficará muito boa”, conta.

Depois de duas etapas sob altas temperaturas em  Salvador (BA) e Recife (PE), a Superliga Brasil de Motocross chega ao frio do oeste catarinense. O líder da Júnior, Gustavo Pessoa (#117), espera que o tempo não atrapalhe o seu desempenho. “Procurei fazer bastante trabalho físico nesta semana. Chapecó tem uma pista divertida, mas o problema é quando o frio resolve aparecer. Temos que nos superar e dar o máximo”, revela.

A grande esperança do povo chapecoense na etapa realizada na cidade é Arthur Todeschini (#3). O piloto da casa, líder de categoria 65cc com 75 pontos, está bastante motivado. “Eu gosto de correr em casa porque meus amigos e família sempre comparecem e me motivam ainda mais. Mas ao mesmo tempo, há uma pressão, pois não quero decepcioná-los. Vou tentar vencer a prova para comemorar com o pessoal”, destaca Thui.

Na CRF 230, Gabriel Montagner (#303), é quem lidera a categoria com 63 pontos. Porém, o piloto não pode vacilar. Ciente dos bons resultados de seus rivais Ismael Rojas (#127) e Marcos Moraes (#913) nas últimas etapas disputadas, o paulista de Araraquara busca melhorar o desempenho em Santa Catarina. “Cometi erros bobos nas últimas etapas e os outros pilotos se aproveitaram. Estou mais focado para manter a liderança, pois começamos a entrar na reta final”, relata.

A Superliga Brasil de Motocross é apresentada por Honda e Mobil, tem co-patrocínio Pirelli, Yamaha, Mormaii, Monster Energy e Consórcio Nacional Honda. Apoio da Prefeitura Municipal de Chapecó, Moto Clube Chapecó, Rádio Atlântida FM e Revista da Moto!

Serviço:

  • Superliga Brasil de Motocross 2012 – 4ª etapa
  • Data: 5 e 6 de agosto
  • Cidade: Chapecó (SC)
  • Local: Autódromo de Chapecó

***

Vipcomm / Ricardo Ribeiro e José Branco Neto

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

14900347_910113489124132_252720699733563665_n

Campeonato Brasileiro de Supermoto manterá a configuração original para a última etapa da temporada.

Santos, 17 de novembro de 2016   Após analisar os regulamentos da CBM e FIM, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>