BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Mercado e Segurança / Brasil está entre os mais violentos no trânsito

Brasil está entre os mais violentos no trânsito

Após anúnicio do Detran, há poucos dias, de que centenas de motoristas tiveram sua carteira de habilitação apreendida por estar vencida, vê-se o quanto é verdadeira a afirmação das autoridades, de que uma das principais causas de acidentes e mortes no trânsito é a negligência.

Enquanto motoristas e motociclistas fazem das pistas uma terra sem lei, a Organização Mundial de Saúde mostra, através de pesquisas, que o Brasil está em quinto lugar no ranking dos países com maior número de mortes no trânsito, atrás da Índia, China, Estados Unidos e Rússia.

No ano usado como base para a pesquisa, que foi 2007, houve 18 mortes para cada mil habitantes, o equivalente a 35.100 mortes em decorrência de acidentes automobilísticos.

Apesar disso, o que vemos é a revolta da população contra a Operação LEI SECA, que foi lançada no estado do Rio, no início de 2009, como campanha educativa e medida de fiscalização.

Perto de completar dois anos, a LEI SECA já evitou que mais de 5 mil pessoas fossem feridas ou mortas no trânsito, segundo recente pesquisa do Instituto de Segurança Pública.

Agravante do problema, os motociclistas vêm sendo alvo das autoridades, já que eles próprios são as maiores vítimas da violência no trânsito. Muitos, inclusive, entre uma barbeiragem e outra, contentam-se com a nota fiscal da moto como documento de habilitação.

Pior situação é a do pedestre, verdadeiro herói por conseguir driblar tanto perigo nas ruas da cidade.

§

fonte : ABRAMET

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

honda

Clientes Honda ganham novo aplicativo para gerenciar consórcio

Disponível para tablets e smartphones, tecnologia permite o autoatendimento dos milhões de consorciados da marca ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>