BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Sobre Autos / Sobe número de veículos que não compareceram a recalls, aponta Checkauto

Sobe número de veículos que não compareceram a recalls, aponta Checkauto

Em outubro, 13% de todas as consultas alertaram para a existência dessa restrição, evitando R$ 50 milhões de prejuízos para os consumidores.

A Checkauto (www.checkauto.com.br) – empresa do Grupo DEKRA especializada em informações sobre histórico e procedência de veículos seminovos e usados – constatou que 13% de todos os veículos consultados no mês de outubro apresentaram “chamado de recall”. A restrição aponta que esses veículos já foram convocados pela montadora para realizar reparos, mas nunca atenderam à convocação. Somente com este dado, a Checkauto pode evitar R$ 50 milhões de possíveis prejuízos aos seus clientes durante o mês.

De acordo com Luís Carlos Rodrigues Neca, gestor da Checkauto, o histórico de recall é uma informação de extrema importância para quem compra um automóvel, pois está ligada diretamente à segurança do motorista. “É essencial que durante uma negociação o comprador tenha certeza de que o bem que está comprando tenha comparecido a todas as convocações de recall. Mesmo porque, no chamado oficial podem não ficar explícitos todos os riscos decorrentes da falha constatada”, ressalta o especialista. “Não comparecer a um recall pode comprometer a segurança de todas as pessoas que utilizam o veículo”, alerta.

Acesso à informação

Segundo Neca, culturalmente o brasileiro ainda não se atenta muito a este item do histórico do veículo. Um dos principais motivos para agir deste modo é a dificuldade em levantar informações sobre recalls. Pois apesar de serem públicas, elas não estão concentradas em um único lugar. “A maioria das pessoas não faz consultas sobre histórico de recall, principalmente porque não sabem onde procurá-las. A Checkauto é a única empresa que reúne e traz em todas as consultas este dado, o que facilita muito a vida do motorista”, diz.

Apesar do número de recalls ter aumentado nas restrições de novembro, outros itens importantes fizeram com que os clientes Checkauto evitassem R$ 2,5 bilhões em perdas. Entre eles: restrições administrativas, tributárias e judiciais; histórico de roubo ou furto em aberto; existência de multas; e histórico de quilometragem, acidentes e sinistro.

Test Drive

As informações sobre o histórico de recall dos veículos também podem ser consultadas gratuitamente no Test Drive Checkauto, ferramenta que a empresa desenvolveu para mostrar as facilidades e importância de realizar a consulta veicular. O Test Drive traz oito informações gratuitas sobre o histórico do automóvel e pode ser utilizado até cinco vezes por cliente. “É o primeiro passo para que os clientes conheçam o site, o sistema e os benefícios da Checkauto, e experimentem como é fácil e rápido realizar as consultas. É importante lembrar que as informações abertas não substituem a consulta completa, que revela com precisão o histórico e procedência do automóvel”, explica o especialista.

Os demais dados disponíveis no Test Drive são: Decodificador de chassi (sistema que traduz a numeração do chassi do veículo de acordo com a descrição dos fabricantes); duplicidade de motor (que mostra se a numeração do motor está cadastrada em mais de um chassi); histórico de furto base local (verifica se consta histórico de furto para aquele veículo); inspeção veicular; histórico de consulta na base da Checkauto; mês de licenciamento e estado de emplacamento.

O usuário pode conferir dados como, por exemplo: restrições administrativas, tributárias e judiciais; ocorrências de roubo e furto em aberto; existência de multas; histórico de quiilometragem; histórico de sinistro e recall. Sites:  www.checkauto.com.br e www.dekra.com.br

***

Printer Press Comunicação Corporativa

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

hrv

HR-V é o Honda mais vendido do Brasil

Sucesso de vendas no País, modelo consolida sua liderança no acumulado do ano Sete meses ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>