BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Mercado e Segurança / Super jeans usa tecnologia espacial

Super jeans usa tecnologia espacial

Cair de moto e esfolar-se todo não parece ser o cenário mais provável para o nascimento de um novo negócio.

Mas foi isto o que aconteceu com o francês Pierre-Henry Servajean.

“Eu percebi que tudo que eu tinha no corpo era perfeito – meu capacete, luvas, casaco – exceto o jeans. Eu tinha equipamentos de segurança apropriados para cada parte do meu corpo, exceto para as minhas pernas,” conta ele.

Fibra espacial

Depois de uma pesquisa, o motociclista empreendedor descobriu que 75% dos seus colegas usam jeans em seus passeios de moto.

Um pouco mais de pesquisa e ele descobriu uma fibra chamada UHMWPE, que foi utilizada pela Agência Espacial Europeia (ESA) em 2007 para testar um conceito chamado “correio espacial”.

UHMWPE é uma sigla para Ultra High Molecular Weight Polyethylene – polietileno de peso molecular ultra elevado -, uma forma especial do conhecido polietileno, só que duas vezes mais forte do que o Kevlar®, e de 10 a 100 vezes mais resistente do que o aço.

Super jeans

Ao misturar as fibras do jeans comum com algumas fibras do polietileno espacial, Pierre-Henry conseguiu um tecido que combina as qualidades do jeans com a extrema resistência do novo material, produzindo uma roupa muito forte e que, ao contrário de outras soluções sintéticas, deixa a pele respirar.

No núcleo do tecido, o algodão é substituído pelas fibras de UHMWPE. No caso de um acidente, somente a camada externa do jeans se rasga, e a pele do motociclista não é atingida.

Pierre-Henry, que garante que o super jeans é uma combinação perfeita de conforto, durabilidade e resistência à abrasão, fundou uma empresa para comercializar sua ideia, em mais um exemplo da conversão das tecnologias espaciais em produtos de uso no dia-a-dia.

Para demonstrar a força do tecido e divulgar seu produto, Pierre-Henry lançou uma campanha publicitária que mostrou um jipe Hummer de 2700 kg sendo erguido com duas calças do super jeans.

Correio espacial

O UHMWPE é tão forte e leve que foi escolhido em 2007 para produzir uma linha muito especial para o experimento YES2, que foi ao espaço na missão de microgravidade Foton-M3, da ESA.

Com meio milímetro de espessura, a linha feita com fibras de UHMWPE tinha 30 km de comprimento.

A linha desenrolou-se a partir do satélite, levando em sua extremidade uma pequena cápsula de reentrada, demonstrando que pequenas encomendas de um futuro “correio espacial” podem ser enviadas ao solo através de um mecanismo relativamente simples e barato.

.

Redação do Site Inovação Tecnológica
http://www.inovacaotecnologica.com.br

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Salão Duas Rodas ampliará experiências para o público no São Paulo Expo

Maior evento do setor na América Latina será pela primeira vez no São Paulo Expo, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *