BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Superliga Brasil de MX – Legião de pilotos estrangeiros invade pistas

Superliga Brasil de MX – Legião de pilotos estrangeiros invade pistas

Campeonato bate recorde de gringos inscritos, que prometem dar trabalho aos brasileiros

A temporada da Superliga Brasil de Motocross teve início no último fim de semana, 3 e 4 de março, em Indaiatuba (SP), com a presença maciça de pilotos estrangeiros na disputa das principais categorias da competição: MX Pró e MX2. O recorde de gringos – 11 inscritos (confira a lista abaixo) de oito nações (Argentina, Uruguai, EUA, Itália, Inglaterra, Espanha, República Checa e França) – mostra que neste ano as feras brasileiras terão forte concorrência na briga pelo título.

O grande destaque da etapa foi o espanhol Carlos Campano, da Equipe Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit, campeão das duas baterias da MX Pró. “Será um ano muito bom. Notei que os brasileiros evoluíram bastante e vão melhorar ainda mais no decorrer da temporada. Eu não posso ficar para trás e também preciso crescer”, afirma o campeão do Mundial de Motocross na MX3, em 2010.
Enquanto Campano projeta uma carreira de sucesso no Brasil, Adam Chatfield, da Inglaterra, conhece bem o prazer de ganhar um título no país. O inglês, que estreia neste ano na categoria com motos de 450 cilindradas, é o atual campeão da MX2 na competição. “Acredito na força do motocross brasileiro e vejo que o esporte está em evolução. A consequência disso tudo é a vinda de pilotos estrangeiros. Eu tive a oportunidade no ano passado de disputar vários campeonatos e consegui vencer a Superliga. Quem sabe não consigo outro título novamente”, coloca o piloto da Equipe Ipiranga IMS.

De férias no Brasil, o italiano Michele de Bortoli resolveu estender sua estadia no território nacional após ser convidado para disputar a etapa de abertura. “Foi tudo muito rápido. Aceitei o convite e logo fui correr. Valeu a pena passar por esta experiência. Fiquei surpreso com o que vi aqui, pois na Itália não possuímos tanto investimento no esporte quanto aqui”, revela o competidor. Os pilotos Pascal Leuret (Honda Mobil), da França, Martin Michek (Ipiranga IMS), da República Checa, e Marcos Trossero, da Argentina, também participaram da etapa em Indaiatuba.

Na categoria MX2, os pilotos Joaquim Poli, Augustin Poli e Nicolas Callegari, todos da Argentina, Nicolas Rodrigues, do Uruguai, e Everett Holcomb (LS Racing), dos EUA, são os representantes estrangeiros.

Nascidos em Santa Fé, na Argentina, os irmãos Joaquim, 18 anos, e Augustin Poli, 14 anos, vieram ao Brasil com o intuito de competir em alto nível. “Não temos um campeonato forte na Argentina. Foi uma decisão difícil vir para cá, mas tivemos o apoio de nossos pais. Eu e meu irmão sabemos que se pretendemos ser grandes pilotos, temos que buscar algo a mais e correr com os melhores. Há grandes pilotos no Brasil e com a vinda de pilotos de outras nações o campeonato ficará bem mais disputado”, destaca o argentino Joaquim.

Atualmente, Joaquim e Augustin possuem residência na cidade de São José, na Grande Florianópolis (SC). Os irmãos argentinos estão na companhia de Nicolas Callegari e Nicolas Rodrigues, com quem dividem os treinos na pista do motódromo Pedra Branca, em Potecas. “É muito legal ter mais pessoas para treinar. Assim, estudamos como está sendo nosso desempenho e um ajuda ao outro na preparação física e no acerto da moto”, completa Joaquim.

A legião de gringos deve aumentar na segunda etapa da Superliga Brasil de Motocross, marcada para o dia 31 de março e 1º de abril em Salvador, Bahia. A categoria MX Pró deve contar com a presença dos pilotos Ito Masanori (Ipiranga IMS), do Japão, Humberto Martin (Itamaracá One Industries), da Venezuela, e Jorge Bujanda (Fabricando Pilotos Yamaha Circuit Yamalube), do México.
Pilotos estrangeiros na Superliga Brasil de Motocross 2012

MX Pró
Carlos Campano (Espanha), Pascal Leuret (França), Martin Michek (República Checa), Michele de Bortoli (Itália), Adam Chatfield (Inglaterra) e Marcos Trossero (Argentina).

MX2
Everett Holcomb (EUA), Joaquim Poli (Argentina), Augustin Poli (Argentina), Nicolas Callegari (Argentina) e Nicolas Rodrigues (Uruguai).

A Superliga Brasil de Motocross é apresentada por Honda e Mobil, tem co-patrocínio Pirelli, Yamaha, Mormaii, Monster, Consórcio Nacional Honda, e apoio da revista da Moto!

Confira todas as informações da quinta etapa da Superliga Brasil de Motocross no site oficial, Twitter e Facebook:
www.superligabrasildemotocross.com.br
@superligamx
superligademx

?

Vipcomm. Foto: Luiz Pires/Vipcomm

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Sambódromo recebe exposição da Linha Opala

Na próxima terça-feira, dia 10 de outubro, o tradicional evento de carros antigos e especiais ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *