BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Com a palavra / Todos Contra Motos … aprovada proposta que torna obrigatória a inscrição das placas nos capacetes.

Todos Contra Motos … aprovada proposta que torna obrigatória a inscrição das placas nos capacetes.

Aumentaram o DPVAT, restringiram a circulação a corredores, aumentaram o tamanho das placas duas vezes, é o veículo que mais paga imposto no Brasil, quase perdeu o direito de ter garupa e agora deverá ter um custo a mais: colocar a placa no capacete.

A Comissão de Viação e Transportes aprovou nesta quarta-feira proposta que torna obrigatória a inscrição das placas das motos nos capacetes de condutores e passageiros, para facilitar a identificação de criminosos que utilizem motos.

Isso é uma grande piada que nada resolve e só piora a vida de quem anda certo, pois os “vagabundos” usam placas clonadas, fraudadas, adulteradas e o capacete também será assim.

A justificativa é mais absurda ainda: “A inscrição da placa do veículo no capacete do condutor e do passageiro é uma medida que visa a reduzir as dificuldades de identificação dos criminosos. Não duvidamos de que isso possa ser possível, porém ninguém ignora que uma inscrição alfanumérica em um capacete é algo muito sujeito a fraudes, as quais certamente serão postas em prática pelos marginais. Contudo, confia-se em que o Contran, ao regulamentar a questão, o fará de tal forma a permitir a redução das possibilidades de fraudes”, disse o relator.

Joga-se para o órgão a responsabilidade de regulamentar uma barbaridade dessas e para estado e municípios a missão de fiscalizar o que já não é fiscalizado.

O texto aprovado é um substitutivo do relator, deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ) – cariocas, anotem o nome dele -, aos projetos de lei PL 5651/09, 1228/11, 1371/11, 1919/11 e 3515/12, todos com objetivos semelhantes. Foram rejeitados os projetos 833/11 e 3636/12, que também tramitam em conjunto.

E poderia ser ainda pior: existim outras duas propostas que previam além da inscrição das placas, elas previam outras medidas: a inscrição do RG do condutor e a visualização do rosto do condutor.

O projeto, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário. Portanto, ainda há tempo para rejeitar mais essa barbaridade na campanha Todos Contra Motos que não para de criar coisas apenas para nos prejudicar. É importante deixar claro aos nobres deputados que marginais são os outros e nós não podemos e não devemos pagar pela ausência e ineficiência do Estado no que tange a fiscalização e punição.

by

Luis Sucupira
Jornalista, publicitário e documentarista desde 1988, blogueiro e colunista do Fórum PCs. Motociclista há 25 anos foi fundador do MC Guerreiros do Sol. Palestrante sobre temas relacionados a motociclismo, mototurismo, marketing e vendas.

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

52% dos brasileiros consideram o transporte público ruim ou péssimo

De acordo com o estudo realizado pela Expertise, 56% das pessoas gastam mais de uma ...

4 comentários

  1. Carlos Barrionuevo

    Eu li uma mensagem no facebook que dizia “Povo burro gera político ladrão”.
    Politico que fica inventando leis absurdas pra passar o tempo ao invez de criar leis pra reduzir impostos e desativar esses malditos pedágio que nós ja pagamos no IPVA.
    Temos que marcar esse nome “deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ)” e nunca mais votar numa mala destas.
    E que “Comissão de Viação e Transportes” idiota dessas que aprova essa imbecilidade.

  2. Um amigo meu disse:
    Isso é balela, é proibido dirigir moto de chinelo, é proibido andar sem carta de motorista e sem documento da moto, é proibido carregar armas de fogo sem porte, é proibido roubar e proibido matar….ladrão faz tudo isso e não é pego. O que vai adiantar placa no capacete?????

    Outro amigo:
    Que absurdo, esses babacas não têm nada pra fazer. Eles podiam colar, na nuca, o número do processo e a qualificação dos crimes pelos quais são acusados. Desta forma, NÓS, cidadãos e eleitores, poderíamos identificá-los de longe. Parafraseando o ilustre deputado “Desta forma facilitaria a identificação dos criminosos”.

    E eu respondo da seguinte forma:
    Concordo plenamente com o (segundo amigo), acho que quem comete crimes (principalmente os hediondos) deveria ser marcado sim. Vai ter de aguentar um enorme preconceito, mas não ouvi falar de nenhum que tenha se regenerado mesmo…. então eles que se ferrem, eu não comprei um capacete personalizado para agora estragá-lo com isso, eu não cometi nenhum crime para precisar me destacar no meio de todos.

    Concordo em muito com o que o (primeiro amigo) falou, acredito que não vá adiantar em nada. Haverá só mais um item para que eles falsifiquem. Além do mais, e se eu quiser emprestar meu capacete para um colega?? E os custos dos documentos para o capacete e toda a burrocracia?!

  3. Igor Nascimento

    É de abrangência nacional essa palhaçada? Parece uma grande piada, como disse o amigo:
    Cliff Bernaldo says:
    12/07/2012 at 10:22
    Temos que fazer alguma coisa para que esse absurdo seja revogado de alguma forma.

    Apoiadíssimo!

  4. Cliff Bernaldo

    Temos que fazer alguma coisa para que esse absurdo seja revogado de alguma forma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *