BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Última etapa da Superliga de MX promete grandes disputas por títulos

Última etapa da Superliga de MX promete grandes disputas por títulos

Prova acontece em Indaiatuba (SP) no próximo fim de semana, dias 9 e 10 de julho, e definirá campeões das categorias MXPró e MX2

Chegou a hora da prova final. No fim de semana dos dias 9 e 10 de julho, Indaiatuba (SP) receberá a última etapa da Superliga Brasil de Motocross, campeonato que reúne os melhores pilotos da modalidade. Com o título das duas principais categorias em aberto, a disputa promete pegar fogo na pista do Centro de Lazer Off-road da Honda, mesmo local que recebeu o GP Brasil do Mundial de Motocross em maio passado.

Apenas quatro pontos separam os dois primeiros colocados da categoria MXPró, a principal da competição. Roberto Castro, do time Brasil Racing, garante a conquista do campeonato se vencer as duas baterias de domingo. Em seu segundo ano no Brasil, o costarriquenho vislumbra o título e lembra que a conquista marcaria sua passagem pelo país. “Seria uma conquista com muito sacrifício devido a tudo que já passei desde que vim ao Brasil. Deixei minha casa, minha família, minhas coisas na Costa Rica para vencer aqui. E ano passado foi tudo muito difícil, tive muitos problemas. Um título tão importante como esse marcaria a minha volta por cima”, afirma o piloto de 22 anos.

A briga pelo título da MX2 também está acirrada. Sete pontos separam líder e vice-líder, e até Rafael Faria, o quinto colocado, tem chance de ficar com a taça. Ele teria que tirar 36 pontos de vantagem e, como cada bateria soma 25 pontos, ainda mantém a esperança. “É muito complicado, muito difícil. Teria que contar com o erro de três grandes pilotos, mas não posso deixar de acreditar. Já venci bateria esse ano, não é impossível ganhar de novo”, projeta o piloto Brasil Racing.

Já Endrews Armstrong precisa subir três posições para alcançar seu objetivo neste ano de estreia na categoria. “Busco me manter entre os dez melhores neste ano. Se conseguir finalizar nesta condição, ou pelo menos próximo disso, estarei contente”, diz o atleta de apenas 16 anos, também patrocinado pela Brasil Racing.

Demais categorias

A MX4 é a única categoria já definida. O catarinense Milton Chumbinho Becker sagrou-se campeão com uma rodada de antecedência, em Penha (SC). A briga agora é pelo vice-campeonato, e o favorito é Ricardo Kaphê Sebbe, piloto Brasil Racing, que tem 71 pontos, contra 67 de Alessandri Dias e 66 de Leopoldo Cherobin.

Outras três categorias estão em aberto. A MX3 tem Cristiano Lopes na liderança. Thiago Formehl lidera a MXJúnior e Enzo Lopes domina a 65cc. A Brasil Racing conta com dois pilotos nestas categorias. Pedro Henrique Bueno e Djalminha Britto tiveram problemas com lesões ao longo do primeiro semestre, e por isso estão fora da briga pelo título. Mas, os dois querem estar no pódio da última etapa.

“É importante vencer. Perdi muitos pontos e fiquei fora da disputa pelo título, mas vou sempre trabalhar para estar entre os primeiros”, destaca Pepê Bueno, que corre na MXJúnior.

E Djalminha Britto, que voltou a competir na etapa de Penha após afastamento por lesão no joelho, quer terminar o campeonato com uma vitória. “Fiz um segundo lugar em Penha, e agora quero ganhar pra começar o Arena Cross embalado”, afirma.

As provas das categorias MX3, MX4 e 65cc acontecem no sábado. Já as disputas de MXPró, MX2 e MXJúnior ocorrem no domingo.

Classificação do campeonato

MXPró
1) Jorge Balbi Junior – 153 pontos
2) Roberto Castro (Brasil Racing) – 149 pontos
3) João Marronzinho – 137 pontos
4) Eduardo Lima – 97 pontos
5) Leandro Silva – 92 pontos

MX2
1) Adam Chatfield – 149 pontos
2) Hector Assunção – 142 pontos
3) Jean Ramos – 136 pontos
4) Humberto Martin – 116 pontos
5) Rafael Faria (Brasil Racing) – 113 pontos

MX3
1) Cristiano Lopes – 81 pontos
2) Davis Guimarães – 72 pontos
3) Massoud Nassar – 69 pontos
4) Richard Bermudez – 68 pontos
5) Flávio Britto – 50 pontos

MX4
1) Milton Chumbinho Becker – 100 pontos
2) Ricardo Kaphê Sebbe (Brasil Racing) – 71 pontos
3) Alessandri Dias – 67 pontos
4) Leopoldo Cherobin – 66 pontos
5) Dario Jr – 61 pontos

65cc
1) Enzo Lopes – 87 pontos
2) Arthur Todeschini – 75 pontos
3) Leonardo Silva – 74 pontos
4) João Michelin – 71 pontos
5) Renato Paz – 59 pontos

MXJúnior
1) Thiago Formehl – 72 pontos
2) Gustavo Henn – 57 pontos
3) Kaio Miranda – 55 pontos
4) Fábio Santos – 42 pontos
5) Gustavo Souza – 41 pontos

?

fonte: Brasil Racing. Foto: Cesar Araujo/Brasil Racing

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Evento inédito reúne gastronomia, as melhores motos do Brasil e muito lazer

Um evento diferenciado no qual o público poderá passar um final de semana divertido e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *