BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Última etapa do SuperBike Series Brasil – Faustino lidera, mas Pretel, Cachorrão e Andric também tem chances de levar o título

Última etapa do SuperBike Series Brasil – Faustino lidera, mas Pretel, Cachorrão e Andric também tem chances de levar o título

O Autódromo mais famoso e glamuroso do Brasil, Interlagos em São Paulo, será mais uma vez o palco da grande final do SuperBike Series Brasil.

Domingo, dia 16 de dezembro, às 14h, será o momento da verdade.

A Organização do SuperBike Series Brasil acertou na mosca quando implantou o sistema de ShowDown, também usado pela maior categoria de carros do mundo, a Nascar, e vários outros eventos do universo do esporte a motor. Com este novo sistema de pontuação, os 8 melhores pilotos entraram em disputa direta na 11ª Etapa, gerando total indefinição do campeão até a última etapa, a qual se aproxima agora. Enfim, algo estrategicamente planejado.

Será ainda melhor se até a última curva da última volta as coisas ainda estiverem indefinidas, e só se resolvam quando os pilotos cruzarem a linha de chegada.

A expectativa é de que seja exatamente assim, já que isso é algo que tem acontecido frequentemente nas provas da SuperBike. Nas últimas etapas vimos grandes disputas, e pilotos embolados da primeira até a quinta ou sexta posição, atestando o grande nível técnico, e competitividade entre os pilotos.

Um exemplo disso, foi decisão do Móbil Pirelli SuperBike, realizada em Santa Cruz do Sul – RS, no dia 02 de setembro, na qual Bruno Corano, #34, da ELF Monster Energy Kawasaki SBK Team, conquistou o Tricampeonato na última volta após a queda de Maico Teixeira, #36, da Honda Racing, que vinha liderando a prova desde o início.

O que esperar dessa prova então?

Vamos relembrar. Depois de 10 etapas os 8 melhores pilotos tiveram seus pontos zerados, e receberam 500 pontos cada um, mais a pontuação de 25 para o primeiro, 23 para o segundo e assim por diante, até o 8º que recebeu 13 pontos. Isso fez com que todos voltassem a se agrupar, porém mantendo a mesma ordem da classificação inicial.

Diego Faustino, #68, da BMW Team Brasil, começou líder e segue líder. O piloto é presença garantida entre os primeiros colocados. Na etapa do Velopark liderou parte da prova, mas cruzou a linha de chegada na 3ª posição. Em Campo Grande Faustino largou na Pole, mas concluiu a prova novamente na 3ª colocação. E na etapa de Cascavel o piloto largou na 5ª posição, e andando muito subiu posição por posição, até chegar na liderança na 14ª volta, o piloto ainda teve que enfrentar ataques de seus adversários, mas segurou a vitória, e somou mais 25 pontos na classificação. Estes resultados colocam o piloto 13 pontos a frente do 2º colocado, e tornam Faustino favorito ao título.

Diego Pretel, #88, da Motonil Motors, começou o ShowDown na última colocação. Na etapa do Velopark o piloto surpreendeu e conquistou uma vitória sensacional, largando em 10º, Pretel entrou na disputa pela liderança já na 2ª volta, e com uma pilotagem extremamente agressiva conquistou a vitória. Na etapa de Campo Grande Pretel travou uma batalha volta a volta com Andric, e ficou com a 2ª posição. E em Cascavel o piloto chegou na 4ª posição da prova. Com seus bons resultados, Pretel é hoje o 2º na classificação, e nos mostra como funciona a fórmula do ShowDown.

José Luiz Teixeira, o Cachorrão, #51, da Honda Racing, começou o ShowDown em 5º lugar. Na etapa do Velopark o piloto andou muito bem, e deu o pulo do Cachorrão, conquistando a 2ª colocação. Em Campo Grande Cachorrão largou em 2º, mas perdeu algumas posições logo na largada, terminando a prova em 4º lugar. E em Cascavel o piloto largou na 3ª colocação, caiu para 7º na largada, subiu para 3º novamente na 16ª volta, e conquistou a 2ª colocação na volta final. Estes resultados colocam o piloto na 3ª colocação na pontuação geral.

Já Danilo Andric, #64, da Limited MotorSports, o atual campeão, vem sofrendo problemas com sua moto BMW S1000RR. No Velopark, o piloto teve um problema no freio que travou a roda dianteira da moto logo na 2ª volta. Neste momento Andric era seguido de perto por Alecsandre de Grandi, o Doca, #90, da Team de Grandi Bardahl, e Maico Teixeira, #36, da Honda Racing, que não tiveram tempo de desviar, e se envolveram em um acidente que os tirou da disputa da etapa, e também do título, já que os dois pilotos não pontuaram no Velopark. Andric conseguiu se manter em pé, e passou na linha de chegada na 4ª colocação. Em Campo Grande Andric largou na 3ª posição, e assumiu a liderança já na primeira volta, o piloto enfrentou muitos ataques de seus adversários, mas segurou a primeira colocação até o fim, e venceu a etapa. Em Cascavel o piloto largou em 4º, e assumiu a liderança da prova na 8ª volta, mas ao ultrapassar um retardatário, pegou sujeira na pista e caiu. Andric conseguiu colocar a moto em pé, e cruzou a linha de chegada na 11ª posição. O piloto segue na disputa pelo título na 4ª colocação.

Corano vinha em ótima fase, o que resultou na conquista do título da 1ª série do SuperBike. O piloto iniciou o ShowDown em 2º lugar, mas correndo lesionado no Velopark, chegou a ficar na 3ª colocação, mas concluiu a prova em 5º. Em Campo Grande e em Cascavel o piloto não teve bons resultados, e ficou em 8º e em 7º lugar respectivamente. Corano segue na 5ª posição do ShowDown.

Como Doca e Maico não pontuaram na etapa do Velopark, perderam a chance de disputar o título de 2012, e seguem na 6ª e 7ª colocações na classificação. Maico terminou a prova de Campo Grande na 7ª colocação. E na etapa de Cascavel o piloto já veio mais forte e confiante, entrando na disputa pela liderança da corrida, e terminou a prova em 3º lugar. Doca manteve seu histórico de regularidade após a queda, em Campo Grande conquistou a 4ª colocação, e em Cascavel a 5ª.

E fechando os oitos pilotos participantes do ShowDown, vem Wesley Gutierrez, #47, da Alemão Pneus. O piloto não pontuou na etapa do Velopark porque teve problemas com sua moto durante os treinos e correu com uma moto reserva, o que não é permitido pelo regulamento. Em Campo Grande e em Cascavel Gutierrez conquistou a 6ª posição. O piloto também compete entre os Estreantes, e já conquistou o título desta categoria.

A distância da data da prova ainda não nos permite saber como estará o clima, e por isso, só temos uma certeza. Sol ou chuva, a corrida será quente e emocionante. Ninguém irá perder.

Acompanhe muito mais em www.superbike.com.br.

Siga-nos também nas redes sociais:

***

SuperBike Series Brasil

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

14900347_910113489124132_252720699733563665_n

Campeonato Brasileiro de Supermoto manterá a configuração original para a última etapa da temporada.

Santos, 17 de novembro de 2016   Após analisar os regulamentos da CBM e FIM, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>