BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Mercado e Segurança / Vendas diárias de motos recuam na primeira quinzena de abril

Vendas diárias de motos recuam na primeira quinzena de abril

Apesar da média diária recuar em relação ao mesmo período do ano passado, em 2014, foi a maior média registrada

A venda de motocicletas ao varejo recuou nos primeiros quinze dias de abril. Levantamento divulgado pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, mostra que a média diária de vendas nos primeiros quinze dias do mês caiu 1,9% se comparada ao mesmo período de 2013, recuando de 6.431 para 6.311 unidades emplacadas. Em relação à primeira quinzena de março, que contou com oito dias úteis de vendas em função do feriado prolongado de Carnaval e teve 5.802 unidades comercializadas em média por dia, as vendas diárias da primeira metade de abril acumularam alta de 8,8%.

Diante disso, a comercialização de motocicletas na quinzena, com 11 dias úteis de vendas, chegou a 69.426 unidades, ante as 70.739 unidades do mesmo período do ano passado. Já em comparação com a primeira quinzena do mês de março passado, quando foram licenciadas 46.415 motocicletas, a alta atingiu 49,2%.

“O esforço para alavancagem de negócios, realizado pelas montadoras e suas redes de concessionários nestes meses que antecedem a Copa do Mundo, prossegue em abril. Com isso, o setor busca resultados que compensem as dificuldades de comercialização previstas para esse período e consiga encerrar o ano com volumes totais similares aos de 2013”, comenta Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

***

SD&PRESS Consultoria / Bruna Dal Moro

Vendas diárias de motos recuam na primeira quinzena de abril

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

Produção de motocicletas cresce 12.2% no primeiro trimestre do ano

Resultado também foi superior na comparação mensal; em março média diária de vendas foi 3.777 ...

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *