BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Yamaha participa do Desafio das Estrelas

Yamaha participa do Desafio das Estrelas

Os amantes da velocidade poderão conferir os principais pilotos mundiais pilotando a super esportiva R1, de 1000cc

Nos dias 12 e 13 de janeiro, em Penha (SC), o piloto Felipe Massa recebe alguns dos principais pilotos de diversas categorias do automobilismo mundial para participarem da tradicional prova de kart organizada pelo brasileiro.

A volta de abertura do Desafio das Estrelas será realizada com a super potente YZF-R1, e o público verá a performance do modelo sob o comando dos pilotos: Fernando Alonso, Felipe Massa, Kamui Kobayashi, do jovem Jaime Alguersuari e de diversas personalidades do automobilismo.

O modelo YZF-R1, de 1000cc, é um dos principais da categoria das superesportivas e tem a mesma tecnologia originária da campeã YZF-M1 utilizada no Mundial de MotoGP, principal campeonato de motovelocidade do mundo, vencido em 2012 pelo piloto do time oficial da Yamaha, o espanhol Jorge Lorenzo.

O Desafio Internacional das Estrelas, patrocinado pela Yamaha, está em sua sétima edição e acontecerá em Penha (SC), já participaram do grid personalidades como Michael Schumacher, Rubens Barrichello, Jaime Alguersuari, Adrian Sutil, Pastor Maldonado, Hélio Castroneves, Tony Kanaan, Antônio Pizzonia, Bruno Senna, Cacá Bueno, Bia Figueiredo, entre outros.

A renda arrecadada com a venda de ingressos para o público geral será doada a instituições e programas de assistência social de Santa Catarina.

O evento será exibido ao vivo na Rede Globo, Sportv e Eurosport para toda a Europa.

Mais informações:

YZF-R1, pura evolução

1998 (Brasil)
A primeira R1 revolucionava o conceito de superesportivas. Oferecia 150 cv a 10.000 rpm, quadro Deltabox II, entre-eixos de apenas 1395 mm, pesando somente 177 kg.

2000
Com mais de 150 alterações em todo o conjunto, a R1 ficou ainda mais leve (175 kg) e mais rápida. Ganhou um escapamento feito de titânio.

2002
A R1 chegava a sua segunda geração, equipada com uma moderna injeção eletrônica de combustível e o quadro Deltabox III.
Visualmente, ficava ainda mais agressiva e ganhava lanterna com LEDs.

2004
Além do novo visual, com duas saídas de escape sob o banco, a terceira geração da R1 alcançava a incrível marca de 1:1 na relação peso potência: eram 172 cv de potência máxima (sem indução direta de ar).

2006
Nascia a quarta geração da R1 com diversas alterações no motor e com o novo quadro Deltabox V. Ela ganhava 3 cv a mais
— chegando a incríveis 175 cv a 12.500 rpm.

2007/2008
A quinta geração da R1 inaugura um novo motor com quatro válvulas por cilindro e traz diversas inovações oriundas da Yamaha M1 de Valentino Rossi: duto de ar variável, acelerador eletrônico e embreagem anti-bloqueio.

2009
A maior alteração da R1 é o propulsor do tipo Crossplane de 182 cv a 12.500 rpm idêntico ao adotado desde o ano anterior pela Yamaha M, de MotoGP, também adota um controle de modo velocidade com três diferentes acertos.

2012/2013
Mais intimamente associada a YZR-M1 a YZF-R1 adota uma inédita luz de posição em LED – alinhado as tendências mundiais no segmento de quatro rodas. Sem abrir mão do caráter esportivo, o modelo ganha sistema de controle de tração de sete níveis.

***

Imprensa Yamaha / Antoniela Silva

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

14900347_910113489124132_252720699733563665_n

Campeonato Brasileiro de Supermoto manterá a configuração original para a última etapa da temporada.

Santos, 17 de novembro de 2016   Após analisar os regulamentos da CBM e FIM, ...

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>