BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Noticia / Brasil terá pilotos em Pikes Peak e na Ilha de Man pela primeira vez na história

Brasil terá pilotos em Pikes Peak e na Ilha de Man pela primeira vez na história

DK Industries Extreme Team garante inscrição dos únicos e primeiros pilotos brasileiros nas provas a motor mais difíceis do mundo, com os paulistas Marthyn Decker, em Pikes Peak (Colorado-EUA), e Rafael Paschoalin, no TT Isle of Man (Reino Unido)

A realização de um sonho: este é o principal objetivo do paulista Marthyn Decker, 36 anos, que será o único e primeiro brasileiro a participar da Subida de Montanha em Pikes Peak, no Colorado (EUA). Considerada a segunda mais antiga prova de esportes a motor dos Estados Unidos, a 91ª edição da prova será realizada de 24 a 30 de junho de 2013.

Inscrito na categoria Time Attack (ou seja, contra o relógio), Decker pilotará um carro especialmente preparado para a conhecida “Corrida para as Nuvens”, com o número #99, da equipe DK Industries Extreme Team.

Com grande trajetória em esportes a motor, Decker ganhou sua primeira moto aos 5 anos de idade e já participou de diversas competições sobre duas e quatro rodas. Com experiência em kart, motocross, ral ly de velocidade e motovelocidade, em 2010, o piloto conquistou o 2º lugar nas 500 Milhas de Interlagos de Motovelocidade e alcançou quatro pódios na categoria Supersport 600cc.

Rally de velocidade e kart têm tomado boa parte do tempo de treinamento de Decker para a disputa em Pikes Peak, além de muita preparação física. “O kart proporciona bastante sensibilidade e precisão na busca da melhor volta, além de manter os reflexos em dia e proporcionar uma adrenalina incrível. É tudo o que eu preciso para acelerar em Pikes Peak”, afirma.

Conhecida como a “Corrida para as Nuvens”, a disputa é realizada desde 1916 na montanha de Pikes Peak, em um percurso de 21 quilômetros e 156 curvas. Além da pista sinuosa, outro grande desafio para os competidores é variação de altitude, pois a prova começa em um ponto com 2.862 metros acima do nível do mar e termina a quase 4.300 metros.

De acordo com Decker, o ar rarefeito chega a diminuir a potência dos motores em até 30%. Por isso, piloto e máquina têm de estar totalmente integrados e bem preparados para cumprir a prova. “É uma real disputa de homem/máquina contra o relógio, a pista e os limites pessoais, que também têm de lutar contra os efeitos da natureza”, completa.

Também pela equipe DK Industries, outro piloto que realizará um grande sonho em 2013 é o paulista Rafael Paschoalin. Aos 29 anos, o talentoso atleta enfrentará o desafio máximo de sua carreira: o Tourist Trophy (Isle of Man TT) – a perigosíssima corrida de rua na Ilha de Man (Reino Unido), que completa 105 temporadas este ano e terá início em 1º de junho.

Somando mais de 22 anos de experiência em provas de velocidade sobre duas rodas, Paschoalin está inscrito na categoria Superbike. Mas, independente do resultado, o piloto já tem nome garantido na história do TT, pois será o primeiro brasileiro a enfrentar as 256 curvas do trajet o que inclui trechos onde as motos podem ultrapassar a marca dos 300 km/h.

Mas, para participar da mais antiga e perigosa prova do planeta, é necessário um excelente currículo de motovelocidade de rua. Por isso, Paschoalin já se prepara para o TT há três anos. Em 2012 – também pela DK Industries -, o paulista participou de duas das mais desafiadoras provas de rua do mundo, incluindo a North West 200 (Irlanda), onde também se consagrou como o primeiro brasileiro a participar da disputa (ficou na 26ª colocação entre 56 competidores). E foi o bom resultado do brasileiro nessa prova que lhe garantiu o convite para participar do GP de Macau, na China – prova em que o piloto já tem convite garantido para a edição 2013.

***

Alternativa de Comunicação / Ana Cássia Siqueira

Sobre * Equipe MOTONAUTA

Além disso, verifique

But why does it seem that prenuptial agreements are growing quietly?

The Disbursement Agreement shall govern the manner, timing, and conditions of the disbursement of Grant ...

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *